Você acredita na inocência do Flávio Bolsonaro?

(Artigo publicado em 23/01/19)

A grande imprensa está tratando o caso Flávio Bolsonaro como um escândalo de proporções cósmicas.

Primeiro, noticiou-se uma movimentação de 1 milhão e 200 mil reais na conta do ex-assessor, Fabrício Queiroz. Pouco se destacou que esse valor, na verdade, significa 600 mil de entrada e 600 mil de saída no período de 12 meses.

Agora, é passada a informação de que entre 2014 e 2017, Queiroz movimentou sete milhões de reais. Será que esse volume financeiro é oriundo de salários e da compra e venda de veículos, ou, são na realidade, valores que espelham uma intrincada rede de corrupção na qual o filho do presidente Bolsonaro estaria envolvido? 

A despeito do questionamento acima, pontuamos que o caso Queiroz é para todos os efeitos e até a presente data, um problema do Queiroz.

Segundo, e é provável que tenha sido até o momento a notícia mais impactante, foi noticiado em tom de denúncia, que o deputado estadual e hoje senador Flávio Bolsonaro recebeu uma sequência de depósitos em caixa eletrônico, cada um no valor de dois mil reais, totalizando noventa e seis mil reais.

Um dia depois, soube-se que um título no valor de um milhão de reais havia sido pago em favor do senador. E diante do noticiário, muitos se faziam a mesma pergunta. Qual a origem desses recursos? 

Embora a grande imprensa e certos oportunistas (Não é o caso de Kim Kataguiri) tenham se deleitado com a noticia dos depósitos, em entrevistas a Rede Record e Rede TV, Flávio Bolsonaro ofereceu uma explicação convincente. Segundo o senador, as movimentações financeiras atribuídas a ele tem origem na venda de um imóvel. Fato este corroborado pelo próprio comprador do imóvel.

Leia também:

Carta aberta ao presidente Jair Bolsonaro

Eleições 2018 – Cuidado! As Fake News querem te enganar de novo

Esse é o ponto em que nos encontramos no dia de hoje.

Todavia, é importante registrarmos que não é nosso intuito inocentar o senador Flávio Bolsonaro, ao contrário, seja quem for que se investigue e se puna os responsáveis. Entretanto, o que salta aos olhos de qualquer pessoa que acompanha o caso, é o sensacionalismo da grande imprensa que nada mais faz do que jogar enxurradas de informações sem a menor preocupação em averiguar a veracidade dos fatos.

Logo, caso o senador do PSL esteja falando a verdade, o que dirão aqueles que dia a dia publicam tais informações, ora em tom de denuncia, ora em tom de sentença? Em outras palavras, há um real interesse na mídia com a verdade ou o que estamos assistindo nada mais é do que uma brutal tentativa de manipulação da opinião pública valendo-se de factoides?

Em síntese, não poderíamos escrever um texto sobre o caso Flávio Bolsonaro sem levantamos todas essas indagações, reconhecendo a urgência e necessidade de serem respondidas. Essa é a cobrança de TODOS aqueles que votaram em Jair Bolsonaro e no senador.

Por fim, dentro de todo esse contexto apresentado, a última indagação que levantamos é: Flávio Bolsonaro é inocente ou, você acredita na inocência de Flávio Bolsonaro?   

Por Jakson Miranda 

Siga o Voltemos à Direita nas redes sociais e assine a newsletter para receber todos os nossos artigos.      

4 comentários em “Você acredita na inocência do Flávio Bolsonaro?”

  1. Não há dúvidas da capacidade imunda de manipulação que a esquerda mundial sempre usou para desqualificar e prejudicar aqueles que se opôe aos seus pensamentos, sendo assim, eu acredito que isso está acontecendo novamente, como aconteceu em 64, uma nova investida da imprensa esquedista e de todo o staff vermelho do país em prejudicar a imagem desse governo. Fizeram isso com o pai na tentativa, em vão, de evitar sua vitória nas urnas e, agora, voltam seus olhares maledissentes para o filho que se destaca a cada dia no cenário político e que eles, os esquedistas, acreditavam ser o elo fraco da corrente Bolsonaro. Acredito na sua inocência mas, como disse o próprio pai, se tiver feito alguma coisa errada tem que pagar.

  2. É impressionante a vontade da direita em acreditar em contos da carochinha. Sim, eles são corruptos como a grande maioria dos políticos. É melhor Jair se acostumando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *