Revista Veja – A força da direita. Qual direita?

A força da direita. Qual direita? É inequívoco que o pensamento conservador vem numa crescente.

É inequívoco que nossa população é ideologicamente, de maioria conservadora. E nesse contexto, é natural que o eleitorado opte por políticos com viés conservador.

O problema é que no Brasil, tudo isso tem funcionado de forma a ludibriar o eleitorado e, muitas vezes, basta o político apresentar um discurso mais ou menos. Que seja, mais liberal economicamente e menos favorável a estatização, e logo é visto como um digno representante da direita.

Em tempos em que o PT jogou o país na lama, a tarefa ficou ainda mais facilitada. Basta mandar ver no “fora PT” e pronto! O político em questão cai nos braços dos conservadores.

É claro que o pensamento conservador é muito mais complexo e não se restringe apenas à economia. E essa é a grande jogada. Fazem-nos crer que apenas a economia é o que importa.

Adiante.

A revista Veja traz uma matéria de capa que com certeza suscitará debates acalorados. E o Voltemos a Direita já dá a largada. (risos). Afinal, qual é a direita que a revista Veja apresentará com toda essa força?

direita

De cara nos deparamos com um problema. Não temos partidos genuinamente da direita, ou, conservadores. Um dos poucos, se não o único que mais se aproxima do pensamento conservador, é o DEM.

Assim, o que temos são candidatos que podem comungar de ideias caras à direita, porém, em partidos declaradamente de esquerda, como o PSDB.

E qual o problema? Cedo ou tarde, esses políticos são engolfados pelos tucanos de alta plumagem.

Não obstante, esse não é o único nem o principal problema que cerca a “direita”. Isso porque, existe a direita que está ganhando corpo no Brasil e há a “direita” que setores da imprensa e formadores de opinião querem que ganhe força.

No primeiro caso, um dos principais nomes, goste-se ou não, é o deputado Jair Bolsonaro. No segundo, Geraldo Alckmin. Apenas pra ficarmos em um exemplo.

Quando constatamos que por décadas a fio a esquerda foi onipresente em todos os setores da sociedade, devemos ficar alertas e vigilantes quando determinados seguimentos dessa mesma sociedade, em especial a imprensa, Veja aí incluída, querem nos oferecer políticos da “direita”.

Há o risco de se tratar de mais uma estratégia, afim de manter-se o status quo. Estratégia cara e conhecida da esquerda que finge se opor ao PT: Um passo para trás e dois para frente.

Por fim, é importante lembrarmos que essa é a estratégia de um dos mais conhecidos nomes abrigados no site de Veja. Falo do formador de opinião, Reinaldo Azevedo. Já escrevemos a respeito dele algumas vezes e coincidentemente, nosso colunista e editor, Renan Alves, publicou há pouco um excelente artigo tratando justamente da ferrenha oposição que Reinaldo faz à família Bolsonaro.

Qual direita Veja enxerga fortalecida? Estou ansioso para ler a matéria.

Por Jakson Miranda

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *