SÓ O IMPEACHMENT? O PT DEVE SER INVESTIGADO!

teste

O clima politico no Brasil está fervilhando. Uma conjunção de fatores desfavoráveis ao governo vão se somando e a população começa a dá claras mostras de insatisfação. Cada vez mais o recado é inequívoco as autoridades, o brasileiro não suporta mais os desmandos, a má gestão, os compadrios, o cinismo e a corrupção. 

Em vista a todo o mal que o PT fez e faz a nossa politica e sociedade, o Blog  Voltemos à Direita, declara seu apoio as manifestações que estão sendo agendadas para o dia 15 de março. Temos sim, total direito a manifestação. Temos sim, total direito de levar para as ruas nossa indignação contra o governo e seu partido. 

Não obstante, o pedido de impeachment da presidente não é unanimidade entre os analistas políticos. Na Veja desta semana, Maílson da Nóbrega defende que o melhor mesmo é tirar o PT do poder por meio do voto. Sim, isso mesmo, meus amigos, o autor defende a seu modo, que se faça com a atual presidente o mesmo que se tentou fazer com Lula no auge do mensalão. Naquele momento não deu certo e não há motivos agora que tal tática funcione. 

Lembro ao amigo articulista, que o voto não é o ÚNICO meio democrático de tirar um governante do seu posto. O impeachment é um instrumento legal e que deve ser usado quando necessário, quando a população achar que o mesmo deva ser utilizado. 

Todavia, e esse é o ponto central desse texto, embora seja um momento adverso para o governo, há riscos de que ainda assim, o Partido dos Trabalhadores saia fortalecido, apesar do Impeachment. (Na remota hipótese que ocorra). 

Como já deixou claro Reinaldo Azevedo, as autoridades que estão tocando a Lava – Jato devem ter o cuidado para que apenas as empreiteiras não sejam as únicas levadas a julgamento. Isso é tudo o que o PT quer, não podendo, que alguns peixes pequenos do mundo politico sejam pegos. Quem é Vaccari Neto se comparado a Lula? Se José Dirceu cumpriu algum tempo de pena no mensalão, poderá cumprir outro tanto agora, desde que o projeto não seja comprometido. Qual a relevância do impeachment se em 2018 o chefão do PT voltar? Não se esqueçam, amigos, que o próprio PT está em guerra por 2018. Lula e Dilma estão em guerra e para eles, não haverá nenhum problema se alguns companheiros forem jogados aos leões. 

O que quero dizer com isso? Como já antecipei, somos favoráveis ás manifestações pedindo a saída da presidente, porém, vejo esse processo como apenas um primeiro passo. Por que? Porque o Petrolão é muito maior que alguns empresários presos, o petrolão é muito maior que uma CPI aberta para investigar esse ou aquele politico. O petrolão é muito maior que um processo de impeachment, isso porque, o petrolão não é apenas um desvio ético e moral deste ou daquele politico, deste ou daquele empresário. O petrolão é uma forma de encarar a politica. É um pensamento, uma ideologia, uma mentalidade impregnada no Partido dos Trabalhadores. 

Embora o partido de Lula esteja hoje sob ataque, a depender dos resultados da Lava-jato ele pode muito bem reverter drasticamente o cenário, mesmo se enfrentar um impeachment. A possibilidade de que Lula volte em 2018 é grande. A possibilidade de Lula e o PT demonizarem os empresários até 2018 é enorme. A possibilidade de que esse discurso ainda funcione é real, isso porque, nossa sociedade ainda enxerga o Estado como o principal provedor das demandas da sociedade. 

Tal discurso se aplicado em 2018, pode ter um ou vários agravantes. Como todos nós sabemos, não apenas o PT mas, senão todos, a maioria dos partidos de esquerda no Brasil defendem o financiamento público de campanha. O STF está favorável a tese. A OAB é favorável a tese. Resta saber se o Congresso se vergará a ela. 

Em 2018, com boa parte do empresariado ligados a Lava-Jato, há o agravante de se pautar os rumos da eleição com um viés estatizante. Com um período de recessão, esse discurso, se aplicado, pode funcionar perfeitamente e isso fortalecerá o PT. Isso significará a implantação de um regime comunista, tão sonhado pela nossa esquerda tupiniquim. 

Portanto, meus amigos, se o impeachment é o primeiro passo, os próximos será o de cobrar que se estendam as investigações sobre o partido e sobre o seu principal chefe. Caso isso não ocorra, continuarão a praticar males piores do que já praticaram até agora. Só o impeachment não basta. O partido da presidente deve ser impedido de praticar ilegalidades e para isso, é necessário que o partido seja punido exemplarmente, pelas urnas e pela justiça. 

********

  curtam nossa FAN PAGE no Facebook e sigam-nos no TWITTER

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *