Saúde Made in PT

Leiam noticia da Folha.

Pacientes atendidos nos corredores e no chão, falta de materiais básicos e um surto de sarampo. O secretário de Saúde do Ceará pediu demissão há mais de uma semana. O governador Camilo Santana (PT), porém, não sabe até agora quem irá substituí-lo.

Voltamos

Antes de ser exceção, esse tipo de caso é regra. Ainda ontem, o mesmo jornal fez o seguinte relato:

Saindo do centro de SP, fora do rush, um médico que trabalha na unidade de saúde Castro Alves, em Cidade Tiradentes, dirigirá mais de uma hora para atravessar a zona leste. Passará por favelas, ruas com esgoto a céu aberto e até um pasto com vacas. Ao chegar, não se sentirá seguro: queixas de assaltos ou agressões não são raras.

O roteiro ajuda a explicar por que não havia pediatra nesse posto em 91% dos dias do ano passado. Mais do que isso, reflete parte do problema por trás da redução de atendimentos básicos de saúde na cidade no ano passado.

É surreal que tais fatos ocorram em pleno século XXI, século este, que marcou a chegada do PT ao poder. Indo para seu quarto mandato consecutivo a nível federal, mas também, com grande influência em Estados e municípios, elegendo governadores e prefeitos. Cabe aqui a pergunta. Quais têm sido os avanços que os governos petistas têm implantado na saúde pública? Quais são as medidas que o Ministério da Saúde tem tomado a fim de fazer com que o atendimento a população seja um atendimento minimamente digno?

Com pompa e marketing, o governo implantou o tal “Mais Médicos” que nada mais é do que uma forma mal disfarçada de repasse de verbas ao regime cubano.

Como fica claro nas reportagens acima. Como fica evidente quando se vai a qualquer hospital público, não bastam apenas médicos, antes, deve-se oferecer a esses profissionais segurança e estrutura digna de trabalho para que a população seja atendida de forma eficaz.

Onde está o atendimento humano nessas imagens?

saúde

São imagens que podem ser aceitas em situações de emergência como nos casos do Nepal que passou por um terremoto, ou em situações de guerra, todavia, tais imagens, na sua crueza, são a realidade de um Estado que não se cansa em usurpar não só os recursos financeiros da sua população, mas, aquilo que esta tem de mais valioso: Sua dignidade humana.

A saúde Made In PT, trata o Brasil como um grande curral e a sociedade, como bovinos.

Por Jakson Miranda

Leia Também:

Novo panelaço: A sociedade reage

Coloque sua visão direitista à prova

Operação Lava – Jato é a ponta do Iceberg

Dona Sebastiana e o Brasil real

A avaliação do Governo e a Esquerda

Partido e governo não envelheceram. Caducaram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *