Ricardo Pessoa fará delação premiada

O empreiteiro Ricardo Pessoa assinará acordo de delação premiada. Leiam reportagem da Folha.

Após negociações que se arrastam desde janeiro, o empresário Ricardo Pessoa, dono da UTC e da Constran, viaja nesta quarta-feira (13) a Brasília para assinar o mais esperado acordo de delação da Operação Lava Jato.

Além de prometer revelar o que sabe, Pessoa vai pagar uma multa, cujo valor nas últimas conversas com procuradores era de R$ 55 milhões.

O empresário é acusado por delatores de chefiar um grupo de empreiteiras que se reuniam para discutir quem ficaria com obras da Petrobras, o que pode caracterizar cartel.

Voltamos

Quando Pessoa começar a realmente falar o que sabe, outros peixes graúdos podem seguir o mesmo caminho e assinar um acordo de delação. Refiro-me a Léo Pinheiro que tem duas opções: Realizar um acordo de delação premiada e ficar quite com a justiça ou passar o resto de seus dias respondendo a processos e morrer com a consciência pesada.

O curioso é que justo no momento que menos se esperava, uma vez que o empreiteiro havia ganhado Habeas Corpus, ele entra nesse acordo com a Procuradoria Geral da República e isso pode ser uma tremenda de uma reviravolta tanto para empresários, quanto para políticos que já acreditavam livres de maiores preocupações.

Apenas uma última observação. Ricardo Pessoa estará omitindo informações se sua delação girar em torno apenas do “cartel”. A Lava-Jato não é um caso de cartelização, mas sim, de corrupção ativa e passiva entre agentes públicos e privados.

Falai tudo, Pessoa. Tremei, petralhas.

Por Jakson Miranda

Leia Também:

Será que Lula se esconde quando ouve uma sirene?

Lula na CPI da Petrobrás?

Ministério Público Federal vê Indícios de crime praticado por Lula

Operação Lava – Jato é a ponta do Iceberg

Mais de 6 bilhões de motivos para o Impeachment

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *