Reinaldo Azevedo: O “Ombudsman” da Lava-Jato

Reinaldo Azevedo tem minha admiração. Ainda guardo com carinho dois dos seus livros devidamente autografados, se bem que, até hoje, não consegui decifrar a mensagem em um dos autógrafos. Sem ressentimentos, hein, “Tio”.

Mesmo ainda admirando seus textos, “Tio Rei” não está isento da minha critica, ou, das minhas opiniões quanto àquilo que o articulista de Veja escreve. Pois bem, não é que Azevedo voltou a implicar com a Lava-Jato? Desta fez, Reinaldo Azevedo não gostou do nome dado à nova operação da Força Tarefa. Para Reinaldo Azevedo:

“O que está em curso é muito triste. “Nessun dorma”, em italiano, quer dizer “Ninguém durma”, e, obviamente, todo mundo entendeu o recado que a Polícia Federal está a passar. As duas palavras aludem, já informou a imprensa, a uma área da ópera “Turandot”, de Puccini. Fosse para entrar no mérito, a apropriação é, intelectualmente falando, imprópria, como era, aliás, a “erga omnes”, que, em direito, tinha sentido diverso do pretendido por quem batizou uma das fases da Lava-Jato”.

Corrijam-me se eu estiver enganado, mas, creio que essa é a primeira critica que Reinaldo faz à Lava-Jato desde que Marcelo Odebrecht foi preso. Na ocasião da prisão do presidente da maior empreiteira do país, Azevedo tentou criar uma verdadeira comoção nacional, tentando de todas as formas, encontrar alguma ilegalidade na prisão preventiva de Odebrecht.

Não só a prisão NÃO ERA ILEGAL, como o empresário continua preso.

Sobre as criticas de Reinaldo Azevedo a época, também escrevemos a respeito e observamos que:

Azevedo é a favor da Operação Lava-Jato? Sim. Inclusive compartilhando elogios ao juiz Sérgio Moro. Entretanto, tenho notado esse entusiasmo inicial ser amenizado, ou até mesmo esfriado. Não quero dizer, nesse momento, que Reinaldo Azevedo oponha-se a Moro, longe de mim.

Não obstante, o mais famoso articulista político do país, tem descido “a lenha” na Operação Lava-Jato, em especial, após as prisões de Marcelo Odebrecht e Otávio Marques de Azevedo. 

É isso aí! Reinaldo Azevedo quer ser o “Ombudsman” da Lava-Jato. Para mim, mais parece chilique de quem tenta desesperadamente, dar furo de reportagem e sair gritando: “Eu avisei”! “Eu avisei”! “Fui o primeiro”! “Fui o primeiro”!

É… Reinaldo Azevedo e suas estranhas idéias…

 

Por Jakson Miranda

 

Leia Também:

IMPEACHMENT É A NOVA GENI

O mimimi de Leonardo Sakamoto

O silêncio e a trapaça

Operação Lava – Jato é a ponta do Iceberg

A indignação seletiva da ESPN Brasil

Um comentário em “Reinaldo Azevedo: O “Ombudsman” da Lava-Jato”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *