PROPOSTA DE TABATA AMARAL É TER UMA A CONVICÇÃO ESTRATÉGICA

(Artigo publicado em 11/07/19)

A única proposta de Tabata Amaral apresentada nesse inicio de primeiro mandato é ter uma convicção estratégica.

Quem não se lembra da atuação da deputada ao questionar o então ministro da Educação Ricardo Vélez? Não passou de um showzinho, no entanto, foi apresentada pela grande mídia como a grande defensora da educação brasileira.

Não é para menos e a própria Tabata Amaral não esconde suas preferências ideológicas: é progressista. Simplificando para quem for neófito no termo, ela é de esquerda.

No caso de Tabata Amaral ou de qualquer outro político ou pensador desse espectro ideológico, não é correto dizer que eles estão sempre errados, ou seja, haverá momentos em que eles poderão defender coisas que a direita também defende, porém, a gênese de suas premissas, é fundamentalmente errada.

O VOLTEMOS À DIREITA PRECISA DO SEU APOIO. Clique AQUI e ajude-nos!

Pois bem, Tabata Amaral apresenta-se como uma ativista da educação, no entanto, em seis meses de mandato, a única proposta de Tabata Amaral para a área é a destinação de mais verbas. Isso significa que não há um projeto de lei de autoria da deputada que vise mudar concretamente algum aspecto da educação atual.

Agora, seus apoiadores a criticam por ela ter votado a favor da Nova Previdência. Enquanto o PDT ameaça puni-la. Pelas redes sociais, Tabata Amaral justifica seu voto favorável à reforma da previdência afirmando que não “vendeu” seu voto, mas, que ele foi dado por convicção.

É essa a narrativa que está sendo propagada pela imprensa. Oras, devemos questionar se dentre os 379 votos a favor da previdência, o de Tabata Amaral é o único que foi dado por convicção? É óbvio que não!

Mas a deputada federal quer ser a única convicta de seus valores, em outras palavras, quer se apresentar como alguém diferenciado e melhor que os demais. Nada contra isso, a expertise e o oportunismo também fazem parte do jogo político.

Em síntese, essa é a proposta de Tabata Amaral, ter uma convicção estratégica, ganhar a simpatia de muitos, inclusive de pessoas ligadas à direita e fortalecer-se para eleições futuras.

A esquerda renova seus quadros, mas está demorando um pouco para renovar seus métodos.

ADQUIRA O LIVRO “O IMBECIL COLETIVO”. CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO

Por Jakson Miranda

SIGAM-NOS PELAS REDES SOCIAIS E ASSINEM NOSSA NEWSLETTER!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *