Presidente Jair Bolsonaro – Nossa homenagem

Presidente Jair Bolsonaro… Isso mesmo que você leu! Presidente Jair Bolsonaro! Se você fizesse tal afirmação a cerca de dois anos atrás seria alvo de chacota. O próprio Bolsonaro foi tratado dessa forma.

É claro. Uma parcela significativa da população brasileira, já acostumada à falsa polarização PT x PSDB, não acreditava na possibilidade de alguém romper com o script aplicado desde as eleições de 1994. Quanto tempo, hein?!

Na verdade, o correto é dizer que a população não acreditava na sua própria força. Jair Bolsonaro venceu essas eleições não porque ele seja o mestre da oratória ou da estratégia política. Venceu porque sua força veio da união de todos os brasileiros que anseiam por mudanças em um país dominado pelo sistema. O brasileiro cansou de ser manipulado! 

Agora, o momento é de festa. De regojizo. E é provável que nos falte palavras para descrever nossos sentimentos nesse momento. Da minha parte, dentre tantas outras palavras, não poderia escolher outra: FELICIDADE!

Não estou exagerando, amigos. Sentimento de felicidade após uma eleição só é expressado quando nos vemos livres de ditaduras. É o que de fato está acontecendo. Estamos livres de um sistema que, como já afirmamos, esteve no poder desde de 1994, de lá até aqui, nossas liberdades, leia-se democracia, foi sendo sistematicamente enfraquecida.

Logicamente que ainda não estamos livres das ideias comunistas. Muito ainda há por fazer. sobretudo no campo cultural.

Nesse momento, nada mais oportuno do que lembrarmos aqui das populações que se viram livres do comunismo imposto pela URSS. Foram décadas em que o mundo ficou dividido entre nós e eles, entre aqueles que respeitam as liberdades individuais e aqueles que oprimem o pensamento divergente.

Não bastou a imposição de uma determinada ideia e forma de governo. Foi preciso que fosse erguido um muro – O muro de Berlim – separando familiares e amigos. De um lado, a Berlim ocidental, do outro, a Berlim oriental. De um lado, as democracias, do outro, as ditaduras marxistas.

Fazer do histórico Muro de Berlim uma analogia para a nossa realidade não é sem sentido. Por aqui, o PT tentou dividir-nos entre o “nós” e “eles”. Dividir os brasileiros do nordeste contra os brasileiros de outras regiões; dividir pobres de ricos, brancos e negros. Dividir, enfim, quem vota no PT e quem divergi do PT. Para os “divergentes” do petismo, resta-lhes o merecedor ódio “justo” das claques do partido.

Estamos livres!!! Enfim, podemos gritar: VIVA O BRASIL!!!

Para finalizar esse artigo, uma canção mais do que adequada para retratar esse dia histórico, para nós, no Brasil de 2018, quanto se retratou na década de 90. Estou falando da canção do Scorpions:  Wind Of Change. É com ela que comemoramos e homenageamos essa vitória de Jair Messias Bolsonaro…

Presidente Jair Bolsonaro… O futuro está no ar!

Por Jakson Miranda

Siga o Voltemos à Direita nas redes sociais e assine a newsletter para receber todos os nossos artigos.

Comments

comments

Um comentário em “Presidente Jair Bolsonaro – Nossa homenagem”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *