Por que a esquerda prefere Geraldo Alckmin?

Por que a esquerda prefere Geraldo Alckmin, um candidato tucano? Não seria natural que Alckmin sofresse forte oposição desse pessoal? É o que veremos!

O governador de São Paulo Geraldo Alckmin quer mesmo concorrer à presidência da República em 2018. Ele tem todo o direito de querer isso e o PSDB tem o direito de apoia-lo.

Caso saia candidato, não será a primeira vez que Geraldo Alckmin concorrerá à presidência. Em 2006 foi ele o escolhido pelo PSDB para enfrentar Lula, na ocasião, Alckmin demonstrou não ter pulso necessário para enfrentar a horda de ataques vindos do PT.

Como esquecer a aparição patética do candidato tucano com uma jaqueta que estampava todas as empresas estatais? Mais parecia piloto de Formula 1 do que um candidato à presidência da República.

E é justamento esse PT, na voz da ex-presidente Dilma Rousseff, que prefere Alckmin a Bolsonaro ou Dória.

A preferência de Dilma Rousseff e digo aqui, do PT, por esse ou aquele candidato, nada mais é do que o partido de Lula tentando indicar os seus adversários. Tentando impor “o antagonista” dos petistas.

No caso do governador de São Paulo Geraldo Alckmin, nada mais falso! A verdade é que a esquerda prefere Geraldo Alckmin.

E por que a esquerda prefere Geraldo Alckmin?

Primeiro, após quatro mandatos a frente do Estado de São Paulo, o governador pode não ter tanto o que apresentar de vitrine de suas gestões, ao contrário, velhos problemas permanecem e inúmeras suspeitas chegam à superfície.

Tudo isso é um prato cheio para tornar Alckmin um alvo fácil de críticas.

Segundo, o empenho do governador em disputar as eleições presidenciais, pode levá-lo a não se dedicar inteiramente à sucessão do Estado, abrindo brecha para partidos mais à esquerda. É bom não esquecer que Minas Gerais é governada pelo PT e o grande objetivo petista é São Paulo.

Por outro lado, o PSB é um grande aliado do governo Alckmin. As coisas fazem ainda mais sentido quando sabemos da intenção petista de apoiar justamente o PSB de Márcio França na disputa pelo governo de SP. Não é algo tão improvável em se tratando de política, quando o objetivo é revigorar a esquerda.

Terceiro, a esquerda prefere Geraldo Alckmin como candidato à presidência e como presidente, porque Geraldo Alckmin é de esquerda.

Nós aqui no blog já denunciamos algumas idiossincrasias do atual governo do Estado de São Paulo.

Vejam dois exemplos:

Marmanjo no banheiro da sua filha? Agradeça ao Alckmin!

Governo Alckmin cede ao mimimi antidemocrático de alunos

Diante do exposto, não restam dúvidas sobre os motivos que levam a esquerda a preferir Geraldo Alckmin.

Assim, o natural não é Alckmin sofrer forte oposição da esquerda, o natural é a esquerda torcer para que seja Alckmin o eleito e não Bolsonaro ou João Dória.

Por fim, creio que o falso discurso da boa gestão não encontrará mais guarida no grosso do eleitorado. É o que veremos em 2018.

Por Jakson Miranda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *