Politicamente incorreto de A a Z

Artigo de Flavio Quintela, publicado em A Gazeta do Povo 

 

Aborto e assassinato começam com a mesma letra e terminam ambos com um ser humano morto injustamente. A diferença é que no aborto a vítima é sempre morta pela própria mãe.

Boicote econômico não tem nada a ver com ser contra a liberdade de expressão; é apenas uma forma legítima e democrática de um consumidor tomar uma providência contra empresas que se envolvem com a promoção de agendas ideológicas e se esquecem de focar na venda de seus produtos.

Conhecimento, atualmente um item de luxo em nossa sociedade moderna, é um dos poucos remédios disponíveis para combater a doença do esquerdismo.

Democracia é algo bom somente quando o povo que a ela se submete possui um conjunto mínimo de valores morais comuns. Caso contrário, não passa de um instrumento de poder na mão de tiranos e ditadores.

Esquerda é um conjunto de ideias muito ruins e pessoas dispostas a colocá-las em prática. É como se um doido dissesse que a melhor maneira de se guiar por um túnel carregado de butano é acendendo uma vela e um monte de gente saísse por aí acendendo chamas vivas em espaços confinados lotados de gás de cozinha.

Farisaísmo é uma prática antiga, já condenada por Jesus Cristo, na qual a pessoa que se considera iniciada, iluminada ou justa emite julgamentos hipócritas a respeito dos outros ao seu redor. Sua vertente moderna é conhecida como esquerdismo caviar.

Gigante pela própria natureza. Pena que é uma natureza criminosa.

Homofobia é atacar violentamente uma pessoa por causa de sua opção sexual. Homofobia não é contar uma piada de gay, não é dizer que homossexuais vão para o inferno, não é se recusar a fazer um bolo de casamento para dois gays, não é usar as palavras “bicha” e “viado”. Algumas dessas coisas podem até ser reprováveis, mas não configuram homofobia.

Islamismo é aquela religião que detém o monopólio do terrorismo em nossos dias. Chamado por alguns desmiolados de “religião da paz”, o islamismo tem carta branca dos movimentos de esquerda para implementar sua intolerância. Nem Einstein conseguiria explicar feministas que defendem uma religião que trata as mulheres como seres inferiores.

Jornal Nacional é aquele programa de ficção transmitido em horário nobre pela maior emissora de televisão do país.

Ku Klux Klan é uma organização racista, que prega a supremacia branca, fundada pelos membros do Partido Democrata americano, o mesmo de Barack Obama e Hillary Clinton.

Lula, o político, é a figura pública mais perniciosa que já habitou este país chamado Brasil. É difícil conseguir dizer isso sobre alguém, mas sobre Lula é fácil: se tem algo de ruim acontecendo, é provavelmente culpa dele. Lula, à dorê, é um petisco gostosinho.

Meninos têm pênis e meninas têm vagina.

Negão era aquele sujeito de pele negra, alto e forte, que agora tem de ser chamado de cidadão afrobrasileiro de físico avantajado. Japa era o moleque que gabaritava todas as provas e tinha olho puxado, que agora tem de ser chamado de oriental. Alemão era o vizinho branco e magro que não sabia jogar futebol, que agora tem de ser chamado de homem-cis-opressor-patriarca-conservador-capitalista-demônio.

Omo é uma marca de sabão em pó que prefere defender a ideologia de gênero a fidelizar clientes.

PT, ou Partido dos Trabalhadores, é uma agremiação político-criminosa que governou o Brasil por 13 anos e que, nesse ínterim, quebrou todos os recordes de corrupção, assistencialismo barato, aparelhamento do Estado e desmantelamento das instituições democráticas. Conseguiu também eleger para a Presidência da República a pessoa mais despreparada e incapaz da história deste país, Dilma Rousseff.

Queermuseu é uma exposição “artística” de mau gosto, recheada de pornografia mal feita e de apologia à pedofilia, patrocinada pelo banco Santander e repudiada pela grande maioria da população.

Rogéria foi um artista e transformista homossexual que morreu neste ano, aos 74 anos, por conta de uma infecção generalizada. Juntamente com Clodovil, também já falecido, fazia parte de uma geração de homossexuais que não estava nem aí para a opinião pública, que não exigia tratamento especial e nem ficava pregando um orgulho besta e sem sentido por sua opção sexual. Se atuasse hoje, seria execrada pelos próprios ativistas gays.

Socialismo é um sistema baseado em mentiras, que consiste em tirar a riqueza de todos e colocar nas mãos do Estado. Este, por sua vez, a redistribui da seguinte forma: 95% na mão dos caciques e chefes do Partido, e 5% para assistencialismo porco e vagabundo. É também conhecido como o melhor sistema de distribuição de miséria já criado pelo homem.

Trump é o sobrenome do atual presidente dos Estados Unidos. Nesta mesma época, um ano atrás, a grande imprensa americana dizia que ele tinha menos de 7% de chance de ser eleito. A grande imprensa americana, assim como a brasileira, não serve para nada.

URSS era como os estudantes brasileiros das décadas de 1950 a 1990 conheciam a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, um experimento social que mostrou ao mundo o que realmente era o comunismo: o regime mais assassino e cruel da história.

Venezuela é um país que faz fronteira com o Brasil, governado por um doente mental e genocida, cujo regime totalitário e assassino é aplaudido pela presidente do PT, Gleisi Hoffmann. De acordo com Lula, a Venezuela é um país que tem democracia até demais.

Washington é a capital federal dos Estados Unidos da América. Quem nasce nos Estados Unidos é americano; não é estadunidense, assim como nenhum brasileiro nascido na época em que nosso país se chamada “Estados Unidos do Brasil”. Estadunidense é uma palavra inventada por professores de Geografia com sérios distúrbios mentais.

Xucra é uma das formas gráficas variantes da palavra “chucra”, usada apenas por uma pessoa em todo o mundo, o colunista e tucano enrustido Reinaldo Azevedo.

YYZ é uma composição musical da banda Rush. Em suas apresentações ao vivo, a banda costuma inserir solos de bateria inacreditáveis de Neil Peart no meio da música. YYZ não tem absolutamente nenhum aspecto político.

Zabelê é filha de Pepeu Gomes e Baby do Brasil, antiga Baby Consuelo. Baby costumava exibir uma vasta pelagem axilar, quando tal prática ainda não fazia parte do manual de conduta do feminismo moderno.”

 

Siga o Voltemos à Direita nas redes sociais e assine a newsletter para receber todos os nossos artigos.

Related Post

Comments

comments

Um comentário em “Politicamente incorreto de A a Z”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *