O grande segredo da pesquisa Datafolha

Foi divulgado nesse domingo, mais uma pesquisa Datafolha. Nela, Jair Bolsonaro aparece com 19% das intenções de voto; seguido por Marina com 15% e Ciro Gomes com 11%.

Ainda segundo o instituto, Bolsonaro perderia no segundo turno para Marina Silva, para o presidiário Lula da Silva e Ciro Gomes. Ganhando apenas de Geraldo Alckmin e Fernando Haddad.

Não é de hoje que o Datafolha recebe duras criticas quando divulga os resultados de suas pesquisas. Foi essa a tônica de 2014 e certamente será a tônica de 2018.

Em julho de 2016, escrevemos aqui no blog o post intitulado A quem interessa a pesquisa Datafolha? No artigo, citamos reportagem do Estadão sobre a delação premiada de executivos da construtora Andrade Gutierrez. Segundo os executivos, a campanha de 2010 da petista Dilma Rousseff, recebeu dinheiro via caixa dois para o pagamento de pesquisas eleitorais. (Leia o artigo clicando AQUI).

Também em 2016, ao final do primeiro turno das eleições municipais, publicamos um outro texto com o titulo: IBOPE e Datafolha prejudicaram Flávio Bolsonaro ali, fizemos a seguinte observação:

Logo após o resultado final das urnas no Rio, constatou-se que os 7% atribuídos pelos institutos a Flávio Bolsonaro, dobrou para pouco mais de 14%. É muita coisa! É uma diferença que passa longe da margem de erro.

Diante dos expostos, o desafio dos institutos de pesquisa tem sido conferir credibilidade ao resultado de suas pesquisas.

Pois bem, e o que tudo isso tem a ver com a recente pesquisa do Datafolha? Como falei no inicio deste texto, o instituto continuará a receber duras criticas em 2018 sempre que seus resultados não estiverem condizentes com a realidade.

Nesse sentido, questionamos qual o grande segredo da pesquisa Datafolha?

Você, leitor ou leitora que nos leem; têm algum amigo, que é amigo, do primo de um amigo do irmão de um eleitor da senhora Marina Silva?

De todas as rodas de conversa que já participei, de todas as conversas pessoais com colegas e amigos que já empreendi de 2014 até hoje, de todas as conversas paralelas que já escutei em nenhuma delas o nome da candidata Marina Silva é mencionado uma única vez.

Minha suspeita é que esse meu relato não seja algo isolado. Ao contrário!

Estamos falando daquele típico questionamento galhofeiro:

Quem são os eleitores de Marina Silva? Aonde vivem? O que fazem? O que comem?

Bem, essas questões devem ser respondidas pelo Datafolha. O instituto tem em mãos um grande segredo que o Brasil não conhece.

Por Jakson Miranda

Siga o Voltemos à Direita nas redes sociais e assine nossa newsletter para receber todos os nossos artigos

Related Post

Comments

comments

Um comentário em “O grande segredo da pesquisa Datafolha”

  1. Venho alertando os eleitores há anos sobre resultado de pesquisa feita por institutos brasileiros: todas recebem ordens da Rede Globo. O ano passado, um site divulgou a notícia de que os diretores do Datafolha; que se diz propriedade do grupo Folha de São Paulo, almoçavam, jantavam e tomavam cachaça na casa dos filhos do Roberto Marinho. Com relação a essa última pesquisa, a do dia 10.06.2018, a coisa beira o crime: Jair Bolsonaro lidera em todas as situações e ganha até para o Lula, quando a pesquisa não cita os nomes dos candidatos e mesmo assim, eles dizem que o segundo turno vai ser Marina e Ciro. Dovulgaram uma pesquisa para analfabeto entender, como analfabeto não entende nada; ela é totalmente inútil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *