O coelhinho não foi crucificado

O que todos devem ter em mente é que o coelhinho não foi crucificado e muito menos, ressuscitou

Quem foi crucificado, o coelhinho?

Estamos vivendo dias muito importantes, tanto para católicos como evangélicos. Logo, para um país como o Brasil, de absoluta maioria cristã, não deveria haver muita discussão quanto à simbologia e significado da páscoa.

E o entanto, a percepção que ganha corpo, ano a ano, é que para essa maioria, para grande parte de cristãos, tanto católicos, quanto evangélicos, a páscoa não passa de mais um feriado.

Quantos não abreviaram o dia de trabalho na quinta-feira e estão agora “curtindo” o “feriadão”? É feriado? É páscoa? Ovos de chocolate? Coelhinho da páscoa? Afinal, o que é a páscoa?

A triste realidade é que a confusão é geral. Entre as crianças e pasmem, entre os adultos. Leiam abaixo uma pequena ilustração fictícia, mas, muito próxima de uma ilustração real do ponto em que podemos ter alcançado:

– Papai, o que é Páscoa?

– Ora, Páscoa é… Bem… É uma festa religiosa!

– Igual ao Natal?

– É parecido. Só que no Natal comemora-se o nascimento de Jesus, e na Páscoa, se não me engano, comemora-se a sua ressurreição.

– Ressurreição?

– É, ressurreição… Marta vem cá!

– Sim?

– Explica pra esse garoto o que é ressurreição, pra eu poder ler o meu jornal.

– Bom, meu filho, ressurreição é tornar a viver após ter morrido! Foi o que aconteceu com Jesus, três dias depois de ter sido crucificado… Ele ressuscitou e subiu aos céus. Entendeu?

– Mais ou menos… Mamãe, Jesus era um coelho?

– O que é isso menino? Não me fale uma bobagem dessas… Coelho?! Jesus Cristo é o Papai do Céu! Nem parece que esse menino vai à igreja! … Jorge, esse menino não pode crescer desse jeito. Até parece que não lhe demos uma educação cristã! Já pensou se ele solta uma besteira dessas na escola?

– Mamãe, mas o Papai do Céu não é Deus?

– É filho, Jesus e Deus são a mesma Pessoa. Você vai estudar isso na EBD. É a Trindade! Deus é Pai, Filho e Espírito Santo.

– O Espírito Santo também é Deus?

– É sim.

– E Minas Gerais?

– Sacrilégio…!!!

– É por isso que a ilha de Trindade fica perto do Espírito Santo?

– Não é o Estado do Espírito Santo que compõe a Trindade, meu filho, é o Espírito Santo de Deus! É um negócio meio complicado, nem a mamãe entende direito. Mas se você perguntar na EBD a professora explica melhor!

– Bom, se Jesus não é um coelho, quem é o coelho da Páscoa?

– Eu sei lá?!? É uma tradição… É igual a Papai Noel, só que ao invés de presente ele traz ovinhos.

– Coelho bota ovo?

– Chega!! Deixa eu ir fazer o almoço que eu ganho mais…

– Papai, não era melhor que fosse galinha da Páscoa?

– Era… Era melhor, sim…

– Papai, Jesus nasceu no dia 25 de dezembro, né? Que dia ele morreu?

– Isso eu sei: na Sexta-feira Santa!!

– Que dia, e que mês?

– (???) Sabe que eu nunca pensei nisso?? Eu só aprendi que ele morreu na Sexta-feira Santa, e ressuscitou três dias depois, no Sábado de Aleluia!

– Um dia depois!

– Não… Três dias depois!

– Então, morreu na Quarta-feira!

– Não, morreu na Sexta-feira Santa… Ou terá sido na Quarta-feira de Cinzas? Ah, garoto, vê se não me confunde! Morreu na Sexta mesmo, e ressuscitou no sábado, três dias depois! Como? Pergunte à sua professora de EBD!

– Papai, porque amarraram um monte de bonecos de pano lá na rua?

– É que hoje é Sábado de Aleluia, e o pessoal vai fazer a malhação do Judas. Judas foi o apóstolo que traiu Jesus.

– O Judas traiu Jesus no Sábado?

– Claro que não! Se Jesus morreu na Sexta…!

– Então por que eles não malham o Judas no dia certo?

– Ui…

– Papai, qual era o sobrenome de Jesus?

– Cristo. Jesus Cristo.

– Só?

– Que eu saiba sim, por quê?

– Não sei não, mas tenho um palpite de que o nome dele era Jesus Cristo Coelho. Só assim esse negócio de coelho da Páscoa faz sentido, não acha?

– Ai coitada!

– Coitada de quem?

– Da sua professora de Escola Bíblica Dominical!

Voltamos

Como bem disse o Reverendo Hernandes Dias Lopes, A cada ano, vende-se uma páscoa sem conteúdo e sem significado. Agradável ao paladar, mas sem nenhuma provisão para a alma. É hora de devolver a páscoa ao seu verdadeiro dono, Jesus, o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!

O que todos devem ter em mente é que o coelhinho não foi crucificado e muito menos, ressuscitou.

Ovos de chocolate podem ser deliciosos, mas, não se comparam às delicias da salvação em Cristo Jesus!

Por Jakson Miranda

 

Related Post

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *