Dica de livro #04: Mr. Mercedes – Stephen King

Não concordo com Rousseau. Não creio que o homem nasça bom, mas seja corrompido pela sociedade. Penso o exato contrário: o homem nasce mau e é balizado pelas regras de civilidade da sociedade, ficando seu mal em potencial acondicionado ao sistema que o insere.

Há pessoas, no entanto, que transbordam o mal presente em si com virulência incontrolada. São aqueles que não são contidas por leis, normas ou qualquer indicativo de consciência. A maioria se caracteriza no campo da psicopatia. Uns se revelam muito jovens, outros podem demorar a vida inteira, mas quando agem, transtornam o mundo ao seu redor.

Mr. Mercedes lida com um caso desse tipo. Um sujeito comete uma barbárie inominável. Atropela propositalmente um grupo de pessoas que esperava a madrugada inteira numa fila de uma feira de empregos que aconteceria no dia seguinte. Gente pobre e desempregada que topou enfrentar uma madrugada fria na rua à procura de uma oportunidade de trabalho e uma vida melhor.

Leia também: 

“Aluno Inteligente” de Stephen King e a atração doentia pelo nazismo

Stephen King e o crítico imbecil

Num auge psicopático a vida dessas pessoas é ceifada por um maníaco dirigindo um ostentoso Mercedes.

Bill Hodges, um policial aposentado em depressão, o acompanhará na jornada em busca do assassino, enquanto você, eu e todo mundo tentaremos entender como é que algumas pessoas são capazes de fazer o que fazem…

Resultado de imagem para mr mercedes king

Editora: Suma de Letras

Ano: 2016

400 páginas

 

Por Renan Alves da Cruz 

Um comentário em “Dica de livro #04: Mr. Mercedes – Stephen King”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *