Marco Feliciano deve maiores explicações

Sim! Vamos falar de Marco Feliciano.

Caros leitores, nosso portal busca se alinhar com todos aqueles que defendem a família e lutam contra qualquer tipo de influência “progressista” na sociedade.

Somos cristãos e sabemos que nem todos os cristãos enxergam o qual distante é o evangelho do marxismo. Por esse motivo, enxergamos com bons olhos a atuação do deputado Marco Feliciano.

Obviamente que não concordamos com tudo em suas atividades parlamentares. Também há divergências quanto a seu posicionamento teológico e o nosso. Mas, notamos um Feliciano com mais maturidade política. Se afastando cada vez mais daqueles que fazem mal ao país e se aproximando bem daqueles que, no nosso entendimento, representam o conservadorismo que ganha força em nossa sociedade.

Vimos com bons olhos sua pré-candidatura à prefeitura de São Paulo e lamentamos sua desistência.

Dito isto, vamos ao fato do dia.

O pastor deputado Marco Feliciano está sendo acusado de assédio sexual e tentativa de estupro.

Leiam essa reportagem

Uma estudante de Brasília, de 22 anos, militante da Juventude do PSC (Partido Social Cristão), acusa o deputado federal Pastor Feliciano (PSC-SP) de assédio sexual, agressão grave e tentativa de estupro. A informação é do colunista Leonardo Mazzini, do Uol, que se encontrou com a jovem e com o assessor do PRB Emerson Biazon, que prestava orientação à vítima.

A estudante conta ser youtuber, cristã e frequentadora da mesma igreja de Feliciano. Os dois passaram a ser amigos quando ele propôs ser guia espiritual dela. A agressão teria ocorrido no apartamento funcional do parlamentar em Brasília, na manhã do dia 15 de junho. Ela foi agredida e por pouco não foi forçada à fazer sexo com o deputado. A jovem relata que Feliciano chegou a propôr que ela se tornasse sua amante, com um alto salário e cargo comissionado no PSC. Marco Feliciano é casado com Edileusa de Castro Silva Feliciano e tem três filhas. 

A vítima possui transcrições e prints das conversas que teria mantido com o deputado pelo Whatsapp. Segundo a jovem, em um encontro há semanas, ele pegou o celular à força e apagou todas as mensagens entre eles, mas a estudante conseguiu resgatá-las no ICloud de seu computador. De acordo com a reportagem do UOL, dois funcionários do PSC confirmaram que o número do celular era o pessoal usado pelo pastor-deputado.

Após resolver denunciar o caso, a jovem sofreu assédio moral de diversas pessoas, incluindo políticos do PSC e assessores de Marco Feliciano. Com medo, saiu de Brasília e ficou fora de contato por algum tempo. Entretanto, após seu ex-professor Hugo Studart publicar na sua página no Facebook o caso, nomeando Feliciano e citando as iniciais da garota ela resolveu se manifestar. Mais tarde o post foi tirado do ar e o docente nega ter sido ele a fazê-lo. Supreendentemente, a jovem gravou um vídeo de poucos segundos elogiando Feliciano e chamando o professor de mentiroso. Após ter sido confrontada pelo repórter, a estudante retirou o vídeo do ar. 

Procurada, a assessoria do deputado respondeu em nota oficial desconhecer as acusações e mensagens no Whatsapp. “Informo que desconheço tais acusações e as referidas mensagens postadas. Conheço a jovem por meio de sua participação no PSC, é uma grande lutadora contra o aborto e a favor das causas sociais. A conheço da mesma forma que conheço tantos outros jovens ao meu redor. Tenho uma honra ilibada e tais acusações são descabidas. Respeito minha família, o povo brasileiro e principalmente minha fé! E peço que assim o façam! Assim eu encerro tal assunto, deixando nas mãos das autoridades”, diz o texto.

Voltamos

É uma gravíssima acusação e diante de tamanha gravidade, entendo que é insuficiente o deputado soltar uma simples nota por meio de sua assessoria.

Se tudo não passa de um grande mal entendido, quiçá de uma manobra ardilosa, é importante que Marco Feliciano venha a público e se manifeste. Procure voluntariamente as autoridades competentes que esclareça os fatos e coloque os pingos nos is.

Chamo a atenção para o perfil da moça que a principio não teria motivos para inventar uma história dessas contra o deputado. Ambos são do mesmo partido e professam a mesma fé.

O que escrevemos no inicio do texto, lá em cima, é na verdade uma lembrança: Nós do Voltemos à Direita, não omitiremos em abordar o fato. Melhor, estaremos ao lado e defenderemos quem estiver contando a verdade.

Se tudo não passar de maus entendidos e falácias da imprensa, louvaremos os esclarecimentos que vierem e certamente o nome Marco Feliciano sairá fortalecido.

Caso os fatos narrados sejam verdadeiros, o deputado/pastor terá cavado sua própria cova. Jogando sua biografia no lixo e dando a seus opositores uma vitória que por eles mesmos não conseguiriam.

Reitero que estaremos do lado de quem estiver com a verdade. Se esse não for o lado de Marco Feliciano, ele merece todo o nosso repudio enquanto pessoa política e toda a nossa desaprovação e desapontamento enquanto cristão.

Por Jakson Miranda

Adquira o ebook Por que sou conservador e ajude o Voltemos à Direita.

Assine nossa NEWSLETTER e receba artigos em primeira mão. É fácil, rápido e seguro!

 

2 comentários em “Marco Feliciano deve maiores explicações”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *