Marco Aurélio Cunha desesquerdiza jornalistas militantes da ESPN ao vivo

Marco Aurélio Cunha, coordenador da seleção feminina de futebol, foi o convidado do programa Bola da Vez da ESPN.

É claro que os jornalistas progressistas da ESPN não perderiam a grata oportunidade de fazer média com o feminismo, fator que impressiona hoje em dia no jornalismo brasileiro: esse desejo incontrolável de agradar femimonstras.

Sem pestanejar, Marco expôs a hipocrisia de quem reclama que o futebol masculino recebe mais investimento que o feminino, mas só coloca na grade de programação o futebol masculino, que atrai audiência, anunciantes e mantém o emprego de todo mundo.

A página do facebook Caneta Desesquerdizadora, sempre atenta, não deixou a mitada passar em branco, dando publicidade à desesquerdizada.

Marco Aurélio Cunha desesquerdiza ESPN ao vivo

A URSSN (ESPN Brasil) resolveu colocar seus esquerdosos para entrevistar Marco Aurélio Cunha, atual coordenador de Futebol Feminino da CBF, e falar sobre "igualdade no futebol" e a demissão da treinadora da seleção. Resultado: Caneta Desesquerdizadora ao vivo!

Publicado por Caneta Desesquerdizadora em Quarta-feira, 18 de outubro de 2017

É claro que nós do Voltemos à Direita, que temos todo aquele carinho que você já conhece pela ESPN, não deixaríamos passar em branco também.

Leia mais: 

ESPN Brasil: esquerdismo rasteiro em doses cavalares

A indignação seletiva da ESPN Brasil  

Como conhecemos a hipocrisia da esquerda, sabemos bem que a ESPN não vai mudar seu enfoque e nem tolher sua falsidade. Ficamos, portanto, à espera de novos corajosos que desmascarem suas incoerências e hipocrisias.

Por Renan Alves da Cruz 

3 comentários em “Marco Aurélio Cunha desesquerdiza jornalistas militantes da ESPN ao vivo”

  1. O único canal esportivo que acompanho é a ESPN. Seus comentaristas (alguns) são muito bons, quando tratam apenas de esporte. Bem acima dos comentaristas dos outros canais. E claro, eu amo esportes americanos, e não tem como negar que com relação a isso, ninguém se compara à ESPN e os jornalistas que fazem estes esportes. Porém, infelizmente, vários que lá estão aproveitam todas as oportunidades para tocar em outros assuntos. Exemplo óbvio é o Juca Kfouri, que quando se contém a falar apenas de futebol não é tão ruim assim, apesar do clubismo. Ainda bem que se livraram do arrogante hipócrita do José Trajano.
    Existe um tal programa atualmente que se chama ESPN W (W de Women –
    Mulheres), que eu nunca assisti, então não posso falar sobre ele, mas dá para imaginar do que trata, ainda mais porque conta com a presença de duas jornalistas horríveis e feministas, uma é essa Gabriela Moreira, que tomou o toco do Marco Aurélio, e a outra é a Marcela Rafael, que quando apresenta os programas de debates futebolísticos eu faço questão de não assistir.
    Enfim, continuo acompanhando o canal, mas eles estão fazendo força para perder audiência, a grade antiga deles era muito, mas muito melhor, além de várias matérias que passam no SportsCenter, principalmente, estarem ficando bastante tendenciosas…e ainda tenho dúvidas quando à ideologia do Antero Grecco, que gosto muito ainda mais quando está com o Amigão, mas às vezes fala cada asneira…

    • Olá, Fabio, acompanho muitos esportes também e compartilho sua opinião, mas confesso ter migrado atualmente um pouco mais para o Fox Sports quando possível, mas a questão não se resolve tão facilmente. No Fox Sports há também gente do quilate do Flávio Gomes… pra citar um. E realmente, nos esportes americanos, não dá pra comparar.
      Não suporto o João Carlos Albuquerque, o João Canalha, que creio fazer jus ao apelido… Acho que é uma das piores coisas da ESPN, hipócrita ao extremo.
      Sobre o Antero, creio que ele é um dos que menos se manifesta ideologicamente, o que é pelo menos aceitável, no entanto, é petista e lulista de carteirinha…

  2. Tive o desprazer de conhecer pessoalmente este tal de João Canalha… Sujeito arrogante que não esta nem ai para os assinantes da Espn Brasil. Quando este sujeito esta na tela da TV, mudo imediatamente de canal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *