Marcelo Odebrecht é preso pela PF: Pagar propina é Imoral e Ilegal

Ah, se o homem tivesse o dom de prever o futuro, ao menos conseguiria evitar passar por certos momentos ridículos e constrangedores. Ah, se o homem, ciente da sua imperfeição seguisse o conselho bíblico que recomenda ser pronto para ouvir e tardio para falar.

Mas não, apesar de não ser capaz de prever o futuro e muitas vezes orgulhoso a ponto de achar-se inquestionável, o homem fala, fala e fala em defesa dos seus próprios interesses e não raro, fala com o único objetivo de oferecer verossimilhança àquilo que não tem nenhum respaldo com a realidade demonstrada pelos fatos. Por que faço essa introdução?

A policia federal deflagrou hoje a décima quarta operação da Lava-Jato e prendeu os presidentes da Odebrecht, Marcelo Odebrecht e Otávio Marques de Azevedo, presidente da Andrade Gutierrez.

Há cerca de quatro dias, Marcelo Odebrecht estava irritado com o noticiário e falou o seguinte: “Não fizemos nada de ilegal ou imoral. Estou irritado por estarmos na linha de fogo do embate político”.

Ainda de acordo com o site de Veja, O executivo também afirmou que as suspeitas levantadas sobre os contratos que ligariam o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Odebrecht, que é investigada na Operação Lava Jato, não têm fundamento. “Não se fala de outra coisa nos jornais desde sexta-feira. Sou favorável a que se abram os dados, porque não temos nada a esconder”.

Pois é, Marcelo. Para a Policia Federal, há indícios de coisas erradas envolvendo a empreiteira. Leio o seguinte na Folha:

A PF destacou que as duas empreiteiras estão entre as maiores do país e, por isso, tinham “papel de destaque” no cartel. “Estamos falando da maior empreiteira do Brasil”, disse o delegado Paula, em referência à Odebrecht.

Segundo a força-tarefa da Lava Jato, foram identificados pagamentos de propina feitos no exterior tanto pela Odebrecht quanto pela Andrade Gutierrez. Informações colhidas na Suíça, Panamá e Mônaco deram fundamentos às prisões.

Com a ajuda de colaboradores, foram identificadas empresas no exterior que eram usadas para fazer os pagamentos, além de notas. “Era um esquema com um nível de sofisticação maior”, disse o procurador.

Para encerrar

Marcelo Odebrecht afirmou que não fez nada de ilegal e imoral. Para a Policia Federal, as duas empresas pagavam propinas no exterior. Conclusão: A estarem certos os indícios levantados pela PF, pagar propina é imoral e ilegal e quem os fez deve ser responsabilizado.

Ah, se Marcelo tivesse se calado. Ao menos teria sido preso e levaria consigo um pouco de nobreza. Agora, leva apenas a imagem da humilhação.

 

Por Jakson Miranda

 

Leia Também:

Instituto Lula onde o público e o privado se encontram?

Para José Dirceu, Lula e Dilma estão no mesmo saco que ele. Qual saco?

Já tem mensaleiro voltando à ativa…

Lula: O cerco está se fechando

Será que Lula se esconde quando ouve uma sirene?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *