Lulinha, o neto do Brasil!

A trajetória de Lula, o chefão e pai de todos, é hoje bem conhecida do público. Até filme messianista ganhou, com todos os apetrechos a que o “mítico” herói tinha direito. O longa, patrocinado por, além de outras, algumas das empresas encalacradas na operação Lava-jato, convencionou ao mandatário-mor do petismo o título de “Lula, o filho do Brasil”.

A despeito da ofensa a uma nação de meio milênio, covardemente responsabilizada pelo que pariu, quem realmente merecia um filme seria o herdeiro do ex-presidente.

Lulinha, o neto do Brasil.

Que linda trajetória. De funcionário de zoológico a rico empreendedor desse Brasilzão, terra das oportunidades!

A sorte do filho do filho do Brasil começou a mudar, pasmem, um ano depois que o papai assumiu a presidência do país. Associou-se a uma produtora que, mesmo principiada com um capital de 100.000 reais, vendeu ações à Telemar por 5 milhões de reais!

A grande visão empreendedora do notório Neto do Brasil proporcionou negócios fantásticos à Telemar, como a mudança na Lei de Comunicações, assinada pelo papai de Lulinha, que permitiu à Telemar comprar a Telecom e aumentar seus tentáculos.

Lula e Lulinha compartilham os genes, os traços faciais e a trajetória financeira vitoriosa. Parabéns a estes nobres trabalhadores, empreendedores sapientes desta nação repleta de oportunidades.

Palmas para o filho e para o neto do Brasil!

 

Por Renan Alves da Cruz

 

Leia Também:

 

Lula sabota Dilma, Dilma sabota Lula.

Lula nos ameaça com a volta da utopia petista

16 de Agosto: dia de ir pra rua dizer NÃO ao PT!

Quer desqualificar um petista? Deixe-o falar…

Vão berrar: E o Instituto do Fernando Henrique?

2 comentários em “Lulinha, o neto do Brasil!”

  1. O trabalhador comum passa a vida na labuta a mal consegue adquirir a casa própria. Cria os filhos sem grandes ilusões, pois a realidade do dia a dia absorve até os sonhos. Depois de uma vida de trabalho a aposentadoria mal dá para comprar remédios, quando não morre na fila do SUS. Lamentável como o povo pobre/analfabeto/iludido ficou refém desse partido político e desse ‘messias de araque’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *