Lobão lança Impostora Eleita

Confundir o psicologo Roberto Freire com o politico Roberto Freire, fazer campanha para Lula (quase todos os artistas participaram do lula-la) e “militar” na esquerda. A quem me refiro? A João Luiz Woerdenbag Filho, ou simplesmente, Lobão.

Sua trajetória artística tinha todos os elementos para ele ser mais um artista “engajado” com os “movimentos sociais”, leia-se, franjas do PT, PSOL e Cia. Isso porque, tornou-se nacionalmente conhecido, dentro de um contexto cultural em que ser de “esquerda” era algo natural.

E Lobão o foi, porém, como poucos, teve a ombridade e honestidade intelectual para romper com este estigma, lançando em 2013 o Best-Seller “Manifesto do Nada na Terra do Nunca”, onde aborda criticamente nossa politica e cultura. Sem falar na sua autobiografia “50 anos a mil“.

De lá para cá, se aproximou do filosofo Olavo de Carvalho e de inúmeros cidadãos, conhecidos ou anônimos que não se deixaram influenciar pelas lorotas vendidas pelo PT.

Entusiasta e participante ativo das manifestações contra o governo Dilma, Lobão tem lançado singles que denunciam o governo e seus asseclas, como a ótima “Eu Não vou Deixar” dirigida a Pablo Capilé e a excelente “A Marcha dos Infames”.

Agora, o Lobo “mau” vem com um novo petardo. “A Posse dos Impostores”, mantendo a mesma temática de ataque ao governo, com letras tanto diretas quanto afiadas e uma voz soturna e sombria, a musica cria uma ambiente que nos remete claramente ao momento politico em que vivemos.

Lobão é a prova viva de que bons artistas devem ter independência, não se atando a nenhuma ideologia, sobretudo quando esta é em sua essência, maligna.

Lobão é a prova viva de que um grande artista deve reconhecer os erros do passado e tomar uma nova posição, mesmo que esta nova atitude o leve a nadar contra a maré. Contra a maré do politicamente correto e principalmente, contra a maré vermelha.

 

5 comentários em “Lobão lança Impostora Eleita”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *