LAVA JATO: O IMPERDOAVEL ERRO DE SÉRGIO MORO

(Artigo publicado em 11/06/19)

Pronto! Pegaram a Lava Jato. O erro de Sérgio Moro é imperdoável! Vamos lá com mais um artigo esclarecedor.

A esquerda, bem como a imprensa, estão fazendo um escarcéu em cima das supostas conversas envolvendo membros da Lava Jato e o hoje ministro Sérgio Moro, no contexto da condenação de políticos envolvidos em corrupção, especialmente, o ex-presidente Lula.

Fica notório o padrão dos ataques. Políticos da oposição – esquerda – em harmonia com a imprensa. Seguidos pela OAB e alguns membros do judiciário. Como afirmei em rede social, tamanha harmonia, leva-nos a conclusão que atendem a um comando, ou seja, não é algo espontâneo.

Está sendo assim com o ministro Sérgio Moro. Também já foram alvo da mesma tática a ministra Damares, o ministro da Educação e o próprio presidente. (vídeo no carnaval).

E o que temos até agora? Nada! Não obstante, tudo, no momento em que mais uma vez, externa ao grande publico a grande certeza de que a Lava Jato e Sérgio Moro cometeram um erro imperdoável.

É um erro imperdoável a Lava Jato investigar com profundidade nunca antes vista, políticos de proa.

É um erro imperdoável um juiz de primeira instância enfrentar e condenar com coragem nomes intocáveis do poder.

Políticos cujos nomes eram e por incrível que pareça ainda são tratados com palavras afáveis pela imprensa e por parte de importantes magistrados que de forma monocrática mandam soltar quem bem entende, fazendo uso de um sem número de malabarismos retóricos.

Leia também:

O conluio entre Bolsonaro e Moro

Ah! Quem Sérgio  Moro pensa que é? O que é a Lava Jato?

É um erro imperdoável Sergio Moro e Dallagnol travarem o seguinte dialogo:

Cadê o crime nesse diálogo?

Finalizando

Toda pessoa de bom senso reconhece: nada do que já foi divulgado traz elementos que anulem as provas contra aqueles que foram condenados. No mesmo sentido, acredito que nada do que venha a ser divulgado, se é que há mais elementos dessa natureza, corroborem com aquilo que querem a esquerda: a inocência de Lula.

De fato, o ex-presidente foi condenado em duas instâncias. Logo, fica evidente que pela incapacidade dos advogados de defesa, bem como de alguns adeptos das decisões monocráticas, em destruir as provas que pesam contra o condenado ou, pela falta de argumento jurídico que rebata de forma cabal aquilo que consta nos autos, tentam agora, virar a mesa e criar ambiente para que Lula fique livre da pena que lhe foi imposta, reitere-se, justamente.

Não vão conseguir!

O erro imperdoável de Sérgio Moro e da Lava Jato foi, de fato, mandar para cadeia aqueles que achavam-se acima da lei.

Por Jakson Miranda

SIGAM-NOS PELAS REDES SOCIAIS E ASSINEM NOSSA NEWSLETTER!

2 comentários em “LAVA JATO: O IMPERDOAVEL ERRO DE SÉRGIO MORO”

  1. Com os envolvidos, gente de peso, na política nacional parece claro que todo cuidado no desenvolvimento da ação penal teria que ter certos cuidados. Se não, nada teria acontecido, por medo, receio, como tantas ações anteriores arquivadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *