Kristen Stewart nasceu assim?

Alguém conhece Kristen Stewart? Ah sim, é uma atriz americana. O filme que lhe rendeu reconhecimento internacional, principalmente entre os adolescentes, foi a “Saga Crepúsculo”, onde a personagem vivida por Kristen, fazia par romântico com o personagem vivido pelo ator Robert Pattinson.

Sabemos como são os jovens e das telas para a vida real foi um pulo. Kristen Stewart e Robert Pattinson passaram a namorar. Todos os fãs do filme passaram a acompanhar de perto a vida do jovem casal e principalmente, torcer por um final feliz, ou seja, casamento e filhos. Mas isto não estava nos planos da atriz ou nunca esteve. Leiam essa reportagem:

Kristen Stewart e Robert Pattinsonvoltaram a namorar depois que ela admitiu ter traído o ator com o diretor Rupert Sanders, mas o caso não teria sido a primeira vez em que Kristen traiu Robert. Segundo o site Perez Hilton, fontes contaram que a atriz tem um histórico de traições e que os amigos de Robert ficaram surpresos que ela demorou a ser pega.

“Quando eles ficaram juntos pela primeira vez, ela se dividia entre Robert e seu ex-namorado, Michael Angarano. Eventualmente, ela terminou com Michael de vez, mas o caso durou mais do que Robert pensa. Todo mundo sabe como Kristen é amiga de Taylor (Lautner, que vive Jacob na saga ‘Crepúsculo’), mas pouca gente sabe o quão íntimo eles realmente ficaram. Ela até mentiu sobre isso para Rob.”, disse a fonte.

Ainda segundo o site, a lista de casos da atriz inclui ainda um assistende de produção do filme “Welcome to The Rileys”: “Para sorte dela, o cara tinha namorada e era tão preocupado em esconder o caso quanto ela e eles mantiveram tudo bem escondido.”

Voltamos

É isso mesmo. A atriz não se contentava apenas com os afagos de Robert e buscava consolo em outros braços.

Mas por que raios um caso de pseudo-celebridades está sendo abordado por um blog da direita? Creio que não seja novidade para você que me lê, se for, ficará sabendo por nosso intermédio (risos). Kristen está em um novo relacionamento. Segundo fontes, a atriz assumiu ser bissexual. Leiam o que informa o site Yahoo:

A mãe de Kristen Stewart declarou que apoia o relacionamento da filha com a assistente pessoal Alicia Cargile. “Eu conheci a nova namorada de Kristen e gostei dela. O que há de errado? Ela é adorável!”, disse ao jornal britânico “Mirror”. Jules Stewart ainda falou sobre a bissexualidade da atriz. “Eu aceito que a minha filha ame um homem ou uma mulher. Está tudo bem escolher quem você quer ser”, argumentou.

Analisando a vida amorosa de Kristen somos forçados a fazer a seguinte indagação: Ela nasceu assim?  Não, não estou me referindo as suas “puladas de cerca“, me refiro a sua atração por outras mulheres, afinal, foi esse o slogan deste ano da parada gay.

Pelo histórico da atriz, essa é seu primeiro relacionamento homossexual. Pelo menos é o primeiro que vem a público. Na época que se noticiou seu rompimento com o ator Robert Pattinson não foi noticiado nenhuma pulada de cerca dela com outra, ou, outras.

O caso Kristen Stewart e tantos outros, (Daniela Mercury) é ilustrativo do quão incoerente são os ativistas gays. Seus slogans  têm a validade de alguns poucos dias e logo perdem sentido diante de uma observação mais acurada.

Se Kristen nasceu assim, por que ela não teve outros casos homossexuais? Se ela não nasceu, então é algo fruto do comportamento e, portanto, passível de ser mudado?

Em tempo

Lembram dessa imagem?

gay

Com certeza sim. Pois bem, a transexual Viviany Beleboni respondeu a algumas perguntas da recente edição de Veja. Destaco dois trechos da conversa.

Revista: Disseram que você desrespeitou a religião. Nunca. Não fui representando a religião ou Jesus Cristo. Representei a mim mesma, dilacerada. Não quis agredir ninguém, mas mostrar as agressões que nós, travestis, sofremos diariamente.

Revista: Quanto tempo levou a maquiagem? Várias horas. Eu fui muito chata com o maquiador porque queria que ficasse igual à paixão de Cristo, que mostrasse o sofrimento. Foi uma arte de verdade. Ficou muito real, e acho que isso chocou as pessoas. Mas também houve quem entre os religiosos, me apoiasse.

Opinião do blog

Vamos mostrar o quanto que em poucas palavras Viviany falou absurdos colossais?Vejamos.

Viviany quis representar a si mesma e ao mesmo tempo fez uma maquiagem que a retratasse como Cristo… Será que ela acredita ser semelhante ao Rei dos reis?  Ela não quis ofender ninguém, mas sua “arte” chocou as pessoas. Então, em nenhum momento ela pensou que isso poderia ofender essas pessoas?

Absurdos digamos…  Mais teológicos:

Por sua “arte“, fica obvio que Viviany Beleboni não acredita no sacrifício de Cristo, logo, a jovem não acredita na salvação através do Filho de Deus, preferindo ela mesma, tentar o sacrifício salvífico, mesmo que simbolicamente.

Ainda em seu simbolismo, Viviany se considera acima dos apóstolos, mas especificamente, acima do apóstolo Pedro. Quem foi Pedro, perto de Viviany? Pedro negou Cristo por três vezes, se arrependeu, divulgou o Evangelho e ao ser martirizado não se considerou digno de morrer semelhante ao Salvador da sua vida, pedindo para que fosse posto de ponta cabeça por considerar esta, a forma mais justa para ele, um pecador.

Mas isso para os ativistas gays, são apenas historietas contadas por homofóbicos e retrógrados, ao mesmo tempo em que eles, posando de vitimas, não têm cerimônias quando o assunto é humildade. Por que humildade se eles se consideram a vanguarda do comportamento moderno e por que não, espiritual?

 

Por Jakson Miranda

 

Leia Também:

Ideologia de gênero nas escolas

Parada Gay, imprensa e tolerância reversa

Qual o conceito de família que queremos?

Sobre o boicote ao O Boticário

A bolsa-travesti de Fernando Haddad

 

2 comentários em “Kristen Stewart nasceu assim?”

  1. Infelizmente existe ” cristão” como você que cria um blog para falar sobre a escolha das pessoas quando você não deveria fazer isso, quando Jesus ensinou respeito ao próximo, amor, e não todo esse preconceito ridículo de família tradicional e ” você nasceu homossexual?”
    Sinceramente, eu espero que você faça uma autorreflexão de si mesmo, de todas essas merdas aqui, seu proximo texto vai ser o que? Que a culpa do estupro é das mulheres? Se poupe, nos poupe.

    • Você só pode opinar sobre o ensino de Jesus se o conhece. O único modo de conhecê-lo é através da Bíblia. Bíblia esta que repele o que você está defendendo, portanto, você pode discordar de nossa posição, faz parte da convivência democrática, mas não tente argumentar usando o cristianismo, ou o ensino de Jesus, ou qualquer coisa numa seara que você não conhece.

      Sua menção ao estupro demonstra a puerilidade (ou o maquiavelismo) do pensamento de vocês. Percebeu que você já está me acusando de algo que eu nunca disse, me “avisando” que irei dizê-lo!

      É ou não é de fazer corar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *