Kim Kataguiri ainda é uma criança

Olavo de Carvalho tem razão! Tem razão em dizer que o Brasil necessita ter grupos portadores de uma alta cultura. Olavo tem razão em afirmar que somente a partir do momento que fomentarmos essa alta cultura teremos condições de discutir seriamente a vida política do país. Sem isso, mesmo insatisfeitos, continuaremos reféns das artimanhas da esquerda cultural e política que domina o país.

Em outras palavras. Por ainda não dispormos de uma alta cultura fortemente cimentada em nossa sociedade, corremos o risco de ficarmos indignados contra o PT e suas práticas corruptas, contra as sucessivas provas de incompetência de Dilma Rousseff; pedir e sermos atendidos no que se refere à saída (renúncia ou impeachment) desta ou de qualquer outra autoridade pública e mesmo assim, no lugar daquele impichado, colocarmos no lugar alguém de igual incompetência, ou, tomarmos como líderes e referências pessoas imaturas e despreparadas.

Por que digo isso? Causou-me espanto a entrevista do jovem Kim Kataguiri ao jornal Folha de São Paulo de domingo, 27/09/2015. Como alguém que lidera um grupo que pede o impeachment da presidente pode estar tão despreparado para responder perguntas simples? Ficou claro que o repórter Ricardo Mendonça viu a fragilidade do jovem e conduziu a entrevista no sentido de acuar o líder do MBL. Não precisou de muito!

Leiam a entrevista AQUI

Quando lembrado que a defesa do governo Dilma em relação às pedaladas fiscais, (eixo jurídico do pedido de impeachment apresentado pelo MBL, segundo o próprio entrevistado), é o argumento de que governos anteriores se valeram do mesmo expediente, Kim Kataguiri saiu-se com essa:

“Mas eu não estava aqui. Não existia MBL e eu era um bebezinho, não podia fazer nada. Eu estou vivendo agora o governo Dilma. Se tivesse vivido esses outros governos, poderia pedir também”.

Uau! Devagar com o andor, Kim! Você não é o salvador da pátria e é desse personalismo na política que estamos buscando nos livrar.

É bom o MBL ter um pouco de memória histórica e reconhecer que desde o primeiro ano dos governos petistas, pessoas se levantaram em oposição ao governo Lula e pessoas lamentaram o fato do nome de Lula não ter sido incluso nas investigações do mensalão.

Kim pediria o impeachment de FHC? Estaria então ao lado do MST da CUT e do PT.

Finalizo

Nos governos FHC, Kataguiri era um bebezinho… Hoje, Kim continua sendo uma criança. Sim, que tem ousadia em “dar a cara pra bater”, mas isso não basta, pois, pode cair nas graças daqueles mesmos que querem a manutenção do sistema político e cultural que vigora hoje no país.

A entrevista foi tão desfavorável ao “coordenador” do MBL, que o grande entusiasta dos “meninos”, Reinaldo Azevedo, não ousou propagandeá-la em seu blog.

 

Por Jakson Miranda

 

Leia Também:

O ocaso político de FHC

A quem Dilma decepcionou?

Reinaldo Azevedo: O “Ombudsman” da Lava-Jato

As estranhas ideias de Reinaldo Azevedo

“Kim Kataguiri é um mosquito”. Olavo tem Razão?

 

 

 

 

Um comentário em “Kim Kataguiri ainda é uma criança”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *