Juca Kfouri associa torcedores violentos a Jair Bolsonaro

Vivemos tempos perigosos. Tempos em que os calhordas falam e a turba aplaude.

Tempos em que o que é apresentado como fato não precisa se submeter a lógica ou a verdade.

Neste caldeirão podemos adicionar a relapsa declaração do jornalista Juca Kfouri, no programa Linha de Passe do dia 12/12/2016, que, segundo penso, mereceria um processo na justiça impetrado pelo deputado Jair Bolsonaro.

Tamanha covardia demonstra, pelo menos, que o crescimento do deputado assusta MUITO esta esquerda dissimulada, que tentará desmontá-lo a qualquer custo, não importa que artifícios e mentiras tenham que usar.

Sem qualquer embasamento fático, o jornalista coligou Jair Bolsonaro a um acontecimento completamente desconexo à atuação do deputado e aos princípios evocados por seus apoiadores.

A saber, conforme viralizou nas redes sociais, no último domingo, após o rebaixamento do Internacional/RS para a segunda divisão do campeonato brasileiro, um grupo de torcedores do fluminense, onde dois aparecem no vídeo e um terceiro empunha a câmera, agindo como estúpidos, cretinos, boçais, imbecis e o que mais se queira nomear, encontrou um trio de torcedores do time porto alegrense no metrô, dentre os quais um que tinha idade para ser pai do mais exaltado do grupo.

Os covardes então humilharam e agrediram verbalmente os torcedores do Internacional, que,  estoicamente, não revidaram às provocações.

O vídeo com as agressões destes boçais pode ser visto aqui.

Depois de postado na internet, o vídeo viralizou. O fluminense publicou uma nota oficial de solidariedade aos torcedores do Inter e os imbecis, depois de identificados, postaram pedidos de desculpas e, percebendo que não seria fácil aguentar o tranco, depois de sua cretinice ter se tornado público, cancelaram as contas nas redes sociais.

A atitude destes “torcedores” foi deplorável. Repudiamos a violência provocada por estes covardes, que quando se juntam em bandos, ficam machões e corajosos. O arquivo do Voltemos à Direita está aí para provar que já nos posicionamos contra isso.

Os fatos foram estes: Uns bostas hostilizaram torcedores de outro time num metrô. Todo mundo repudiou o ato.

Eis que, por coincidência ou não,  no mesmo programa em que, meses atrás, o também jornalista esportivo de esquerda José Trajano disse que Danilo Gentili fazia apologia ao estupro, motivo que levou Gentili a interpelá-lo judicialmente, o senhor Juca Kfouri, comentando o vídeo, afirmou o seguinte:

“Não vou longe em dizer, e em assumir o que vou dizer, que provavelmente são desses que saem por aí gritando o nome de Bolsonaro.” 

Veja o vídeo com a declaração:

Não é uma mera imprecisão, que qualquer jornalista, no risco do seu dever, está sujeito a cometer. Foi uma ilação peçonhenta, com o emblema próprio do jornalismo militante que a claque petista adotou nos últimos tempos.

Juca Kfouri sugeriu que gostar ou apoiar Jair Bolsonaro se configura como premissa para a prática de violência.

Afinal, se alguém aborda de maneira intrusiva, agressiva e humilhante um desconhecido, segundo Juca Kfouri, este só pode ser o tipo de gente que “grita o nome de Bolsonaro”.

É ASQUEROSO!

Espero sinceramente que Jair Bolsonaro siga o exemplo de Danilo Gentili e leve Kfouri à justiça para que ele explique como prova a associação entre apoiar Jair Bolsonaro e hostilizar desconhecidos inocentes na rua.

Eu apoio Jair Bolsonaro, Juca Kfouri. Quer dizer então que sou o tipo de gente que agride desconhecidos no metrô?

O fato, meus amigos, é que essa esquerda mancomunada teme Bolsonaro, pois sabe que o povo cansou, que a população economicamente ativa não aguenta mais proteção a vagabundo e esmolismo estatal.

Bolsonaro ascende no cenário político. Os mentirosos e calhordas farão tudo contra ele.

Por Renan Alves da Cruz

 

* Diferente do que publicamos, o programa em que o Juquinha proferiu a sandice foi o Linha de Passe, e não o Bola da Vez. O artigo foi alterado para a devida correção em 20/12/2016. Agradecemos encarecidamente ao leitor Fábio Ribas pelo alerta. 

 

 

 

2 comentários em “Juca Kfouri associa torcedores violentos a Jair Bolsonaro”

  1. Permita-me uma pequena correção: o programa no qual este “jornalista” disse isso foi o “Linha de Passe”.

    Juca Kfouri há tempos vem falando bobagens; está sentindo cada vez mais que o povo cansou da turminha que ele apoia e está morrendo de medo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *