Joaquim Barbosa: Qual Sistema implodir? O político ou a democracia?

O ex-ministro do Supremo, Joaquim Barbosa, concedeu uma rápida entrevista à Folha de São Paulo, na ocasião de estréia de uma peça teatral. Segundo relata a jornalista Mônica Bergamo, Barbosa fez a seguinte afirmação:

Barbosa tem evitado declarações públicas –sobre o impeachment, por exemplo, ele se limitou a lembrar o que diz em palestras restritas: “É uma bomba atômica, um abalo sísmico que pode implodir o sistema político de vez. Por isso, é preciso ter implicação direta forte de um presidente em fatos que legalmente justifiquem um afastamento”

Após ter sido aclamado como um herói por conta do julgamento do mensalão, o ex-ministro tem dado a impressão de que não é bem assim…

É evidente que Joaquim Barbosa não é um político, assim, devemos concordar que a ele, é bom que se faça apenas indagações referentes ao meio jurídico. Nesse sentido, caberia indagar a Barbosa: Qual Sistema implodir? O político ou a democracia? O que traria problemas à população e o que seria visto como solução?

Será que na hipótese de um processo de impeachment implodir o sistema político, já falido, traria malefícios a sociedade? Será que a permanência deste governo, cujas ações, são uma clara afronta à democracia, quiçá  justiça, fará bem ao futuro da nação?

Com a palavra, Joaquim Barbosa.

 

Por Jakson Miranda

 

Leia Também:

No TSE, PT e governo perdem mais uma: Ricardo Pessoa falará tudo?

Fernando Pimentel amigão de Dilma: diga com quem tu andas e eu direi quem tu és!

Mais de 6 bilhões de motivos para o Impeachment

Pedalada Fiscal: Um verdadeiro show de horrores

Dilma Rousseff, de 67 anos, diz que a corrupção no Brasil é uma “senhora idosa”. Não duvido

Um comentário em “Joaquim Barbosa: Qual Sistema implodir? O político ou a democracia?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *