Rodrigo Janot e STF: Vergonha em dose dupla

O Procurador Geral da república, Rodrigo Janot, tá mais pra lá do que pra cá.

Explico

Janot é mais propenso em atuar em favor daqueles que o colocaram no cargo do que em atuar em favor da justiça. No conjunto da obra, as decisões corretas de Rodrigo Janot, podem ser resumidas como “pontapés em cachorro morto”.  Enquanto o cão estiver vivíssimo, é provável que Janot o trate com luvas de pelica.

Reproduzo abaixo duas notas do O Antagonista para que o leitor entenda do que estamos falando:

Repetindo: ao suspender a delação de Léo Pinheiro, Rodrigo Janot cedeu à intensa pressão do STF, depois da capa da Veja com Dias Toffoli. 

Segunda nota:

O PT encontrou uma maneira de calar Léo Pinheiro.

Ao suspender sua delação premiada, Rodrigo Janot jogou 70 anexos no lixo.

Voltamos

A reportagem de capa da revista Veja, relatando a delação de Léo Pinheiro que cita o ministro Dias Toffoli, lembra um detalhe importante: Ninguém cita nomes em delação premiada para falar de frivolidades. Se há a citação, é porque há algo de errado com o citado.

É uma lógica elementar. Ainda na reportagem, a revista relembra reportagens que mostraram as relações de proximidade entre Toffoli e Léo Pinheiro.

Nessa esteira, por mais que tentemos ignorar, mas por força das circunstâncias não podemos, aproveitamos esse post para confrontar o que diz a matéria de Veja com o tom parcimonioso com que o blogueiro de Veja, Reinaldo Azevedo vem tratando a questão. Ora lamentando a citação à Dias Toffoli. Ora, reforçando que AINDA não há NADA contra o ministro. Que patético!

Tudo leva a crer que NADA ainda veio a publico. Alguém com um mínimo de bom senso cantará vitória da democracia diante de um quadro tão perturbador para as instituições de  Estado do nosso país?

Quando ligamos os pontos lendo as notas citadas no inicio do texto, ficamos horrorizados.

STF pressiona Janot + PT encontra uma maneira de calar Léo Pinheiro é igual a um STF aparelhado pelo petismo?

Resta saber se Janot faz parte desse acórdão ou se está apenas com medo de tomar mordidas de um cão que ladra, mas que está mais próximo de ser acorrentado do que morder algumas canelas.

Por Jakson Miranda

Adquira o ebook Por que sou conservador e ajude o Voltemos à Direita.

Assine nossa NEWSLETTER e receba artigos em primeira mão. É fácil, rápido e seguro!

 

 

 

 

2 comentários em “Rodrigo Janot e STF: Vergonha em dose dupla”

  1. É impressionante o nível de aparelhamento e corrupção das instituições públicas no Brasil. Enormemente gritante é o baixo nível e o mau-caratismo dos “homens públicos” que ocupam cargos de suma importância para o andamento saudável de nossa democracia tão combalida. O triste é ver a roleta russa quer tais ações se constituem, pois essa escória que pensa manipular o povo não tem conhecimento absoluto acerca do mesmo e não sabe das consequências drásticas que podem trazer tais maquiavelismos. Que Deus tenha piedade desta nação, porque a consequência lógica deste total desrespeito é a convulsão social, destruição, desobediência civil, barbárie! E eles não estão no olimpo! possuem pés de barro, família, propriedades… uma vez na barbárie! não se pode prever nem controlar a ira do povo. Parece que a história nada ensinou para estes de-cerebrados e sociopatas. espreitam-lhes na faticidade do tempo vermes e abutres. De tais conchavos é que os dias trágicos são forjados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *