Gilmar Mendes manda soltar Barata

Ministro do STF, Gilmar Mendes manda soltar Jacob Barata Filho, pela terceira vez. Assim, Mendes fez mais um gol para o time do STF.

Como já é público e notório, o STF é o principal campeão brasileiro de LIBERTADORES. E quando Gilmar Mendes manda soltar baratas e afins, deixa claro que é ele o capitão e artilheiro do time. Alguém sabe quantos títulos dessa natureza o STF já acumula na sua história recente?

Jacob Barata Filho não pode ficar de fora da festa, quer dizer, não pode ficar preso. E o que vale pra ele, não vale para os milhares de presos justa ou não raro, injustamente enclausurados pelas cadeias do país afora sem terem passado por um julgamento sequer.

Leia também:

Barroso e Gilmar Mendes batem boca no STF

O perigoso protagonismo dos ególatras do STF

Ao comentar a decisão do ministro do STF, o procurador regional da República, José Augusto Vagos, expressou o sentimento de todos os brasileiros de bem.

Chega a ser constrangedor o acesso que esse acusado tem para obter decisão em último grau de jurisdição sem passar pelas demais instâncias, como se desfrutasse de um foro privilegiado exclusivo para liminares em habeas corpus, mesmo sendo acusado de destinar dezenas de milhões de reais aos maiores líderes políticos do Rio, como se isso constituísse crime de menor potencial ofensivo, crime de bagatela”.

Que fique claro Jacob Barata Filho não é o único privilegiado. À sua soltura somam-se outras tantas e já não é surpresa para ninguém lermos nos principais jornais a manchete “Gilmar Mendes manda soltar…”.

Como já afirmamos, Gilmar Mendes só não manda soltar o anônimo que está preso sem advogado para defendê-lo. Olhando por essa perspectiva, chegamos a conclusão de que não temos o mínimo de justiça e o rascunho disso, está literalmente entregue às baratas, ratazanas e toda sorte de bichos escrotos.

Por Jakson Miranda

Related Post

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *