Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski no programa “casos de família”

Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski são ministros do Supremo Tribunal Federal. Enquanto um peca por sua ligação com o PT e por rasgar a Constituição no impeachment de Dilma Rousseff, o outro peca por excessivamente dar “pitacos” políticos e jurídicos em entrevistas.

Cabe aos ocupantes dos cargos que ocupam a isenção, a discrição e a temperança que lhes são exigidas, isso porque, são chamados a lidar com situações difíceis, por vezes, circunstâncias advinda de momentos agudos. Isenção, discrição e temperança são, pois, uma das condições para se chegar a ministro do SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, creio.

Não foi isso que se assistiu ontem na sessão da Corte. Vejam o vídeo:

Antes de falarmos do vídeo em si, é importante fazermos algumas considerações sobre o que se estava debatendo ontem.

A pauta da Sessão tinha por objetivo decidir sobre a a tributação de alguns benefícios do trabalhador, tais como periculosidade e adicional noturno, entre outros.

Particularmente, sou contra essa tributação ou, no termo mais adequado, incidência, isso porque, nem periculosidade, nem adicional noturno entram no cálculo da aposentadoria. Se não entram, por que a incidência? Assim, a priori, estou com os ministros Luís Roberto Barroso, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski e Edson Fachin que votaram contra.

Ainda pretendo voltar a essa questão da reforma da previdência em um post futuro, mas, por ora é isto.

Quanto ao teor do vídeo, não deixa de ser desanimador que a mais alta Corte jurídica do país seja palco desse tipo de bate boca.

Ricardo Lewandowski errou e errou feio! É do seu feitio.

Gilmar Mendes errou e errou feio, ao se deixar levar pela provocação.

Cômputo geral,:os dois quebraram o decoro da “casa”.

Não é porque Lewandowski agiu com descompostura que Mendes obrigatoriamente teria que segui-lo. O nome dado a isso é: rebaixar.

O Supremo foi rebaixado a programa de televisão.

Gilmar Mendes se rebaixou a Ricardo Lewandowski.

Para as próximas pendengas, sugiro que os quebra-paus entre Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski sejam transmitidos no programa “Casos de Família”, do SBT. Tenho certeza que terão audiência cativa e a apresentadora Christina Rocha ainda poderá dar-lhes alguns conselhos.

Por Jakson Miranda

Adquira o ebook Por que sou conservador e ajude o Voltemos à Direita.

Assine nossa NEWSLETTER e receba artigos em primeira mão. É fácil, rápido e seguro!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *