Fórum social mundial: Quem financia essa estrovenga?

Iniciou-se essa semana, em Porto Alegre, um tal de fórum social das resistências, que nada mais é do que uma prévia para o fórum social mundial.

Pela imagem, conseguimos concluir com facilidade que se trata de um amontoado de esquerdopatas discursando lorotas e inverdades a incautos e simpatizantes. Eles se retroalimentam.

Observem a programação do evento:

9h: Plenária Frente Brasil Popular (Auditório do CPERS – Avenida Alberto Bins, 480 – Centro)

9h: Os Desafios da Classe Trabalhadora Diante da Ofensiva Neoliberal (Auditório da Fetag – Rua Santo Antônio, 121 – Floresta)

9h – 17h: América Latina: que caminhos seguir? – Hotel Embaixador – Rua Jerônimo Coelho, 354 – Centro)

17h: Marcha dos Povos em Resistência (Largo Jorn. Glênio Peres – Centro)

19h: Ato por Democracia e Direitos dos Povos (Largo Zumbi dos Palmares – Av. Loureiro da Silva, 1660 – Centro)

19h: Abertura do Festival das Culturas de Resistência (Parque Farroupilha – Av. João Pessoa – Cidade Baixa)

Voltamos

Promover um suposto “ato” por democracia em um espaço que leva o nome de Zumbi dos Palmares é um atentado a inteligência de qualquer indivíduo que tem pelo menos dois neurônios em funcionamento.

Um pouco mais acima na lista de programação, há um evento no Hotel Embaixador.

Em outro espaço, ocorrerá uma palestra, creio eu, intitulada “Os desafios da classe trabalhadora diante da ofensiva neoliberal”.

Com essas simples observações, é possível levantarmos algumas indagações:

– Quem são esses indivíduos preocupados com a “classe” trabalhadora? Aliás, há ali trabalhadores? Se não há, então estamos diante de um caso clássico de algo que para os trabalhadores é totalmente desimportante.

– Os promotores desse evento são contra o “neoliberalismo”? Logo, são contra o globalismo? O que nos leva a próxima pergunta:

Vejam a fachada do Hotel Embaixador. Trata-se de um hotel requintado. É de supor que uma simples diária não saia por menos de R$ 200. Portanto,

– Quem está pagando pelo espaço utilizado no hotel?

– Quem financia esses valentes do fórum mundial social?

É quase certo que um dos financiadores da estrovenga é Oded Grajew, empresário e fundador da Grow jogos inteligentes (vamos boicotar!!!), o notório empresário é um dos fundadores do tal fórum.

Ele não é o único.

Não nos surpreende se a Fundação Ford também estiver entre os financiadores.

Tais apontamentos nos levam a outras indagações:

Por que os organizadores do evento não tornam públicos seus patrocinadores? Qual o receio? O que escondem?

Obviamente que a doação voluntária não é crime. Obviamente que o empresário, de grande, meio ou pequeno porte, pode fazer o que bem entender com os recursos da sua empresa, inclusive, financiar o fórum social mundial, que tem como principal pauta, o ataque ao “neoliberalismo”, ou, liberalismo, ou mais especificamente, capitalismo.

Diante disto, constatamos que não é possível sabermos quem é mais burro ou/e mais hipócrita: Os empresários que bancam esse tipo de aberração, como se comprova ser o fórum social mundial, ou, os mamadores de dinheiro alheio que são bancados para falarem mal de quem paga a conta.

Por Jakson Miranda

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *