Eduardo Suplicy, o bichinho de estimação de Mano Brown

Mano Brown, vocalista dos Racionais MCs foi detido por desacato, após se desentender com um policial que o abordou na Zona Sul. Brown teria se recusado a passar por averiguação e estava com habilitação e documento do carro vencidos.

A notícia correu e logo, o paladino eterno do Renda Mínima, atualmente secretário municipal de Direitos Humanos da prefeitura de São Paulo, Eduardo Suplicy, apareceu todo boneco, ansioso para sair na fotografia ao lado do músico que, bisonhamente, um dia emulara no plenário, cantando e fazendo barulhos de tiros com a boca.

Suplicy, segundo reportagem da Folha, saiu-se ainda com a seguinte pérola, que revela bem a ótica de pensamento do petismo:

“Imagino que se houvesse civilidade por parte da PM, não precisaria disso tudo. “Eu mesmo já dirigi com a carteira vencida. Eu me pergunto por que tanta brutalidade contra o rapper de maior audiência no Brasil”.

Assim pensa, Suplicy, o cãozinho de Mano Brown. A polícia não pode ser bruta com seu dono, afinal, ele é o maior rapper do Brasil, o que lhe dá todo direito de dirigir sem documentos e dar uma desacatadinha de leve na incivilizada PM!

Mano Brown foi liberado no mesmo dia após prestar esclarecimentos.

Se jogar uma vareta no chão, Eduardo pega com a boca e trás correndo.

Por Renan Alves da Cruz

 

Leia também: 

O oportuno antipetismo de Marta Suplicy

Lobão lança Impostora Eleita

O verdadeiro Lula

O mimimi de Leonardo Sakamoto

Esquerda sem Culpa livre pra continuar errando

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *