É dona Dilma… Em terra de saci, todo chute é voadora!

A Dona Dilma mentiu na televisão, no rádio e na internet. Mentiu nos panfletos, nos cartazes e nos carros de som. Mentiu para ricos e pobres, brancos e negros. Mentiu em debates e no corpo a corpo da campanha, mentiu de manhã, de tarde e de noite, de Norte a Sul, de domingo a domingo.

Apostou no esquecimento. Fim de ano, carnaval, campeonato brasileiro… O povo ocuparia a cabeça com outras coisas e, uma vez mais, tudo seria jogado debaixo dos tapetes.

O problema é que a Dona Dilma mentiu tanto em tão pouco tempo que foi difícil engolir. Nem o carnaval salvou dessa vez.

Conseguindo a marca inédita, icônica e digna do Guinness Book, de parcos 7% de aprovação popular.

Agora a casa está caindo, Dona Dilma. O domingo, quinze de março, se avizinha; a mangueira da Lava-jato continua aberta e o povo começa a entender que há sim MUITA sustentação nos pedidos de impeachment

Agora, toda vez que dá uma entrevista, a senhora se mostra cada vez mais confusa e enrolada, apelando cada vez mais ao Dilmês em detrimento ao português. Mas é aquilo que dizem: Quem diz a verdade não precisa de boa memória…

Está cada vez mais difícil verbalizar o inexplicável, não é mesmo?

É, Dona Dilma… Tanto em tão pouco tempo… Me surpreendo que ainda haja 7% que apoiem a senhora. Reze a quem a senhora venera, seja lá quem for, agradecendo por estes bravos. Insistir tanto assim na irracionalidade demanda muito esforço.

Agora tem que aguentar sem chorar, afinal, Dona Dilma, em Terra de Saci todo chute é voadora!

E o Brasil cansou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *