Discurso de Ana Julia é elogiado pela revista Veja que também elogiou as ocupações de escolas

O discurso de Ana Julia, pelo que andei pesquisando, só foi elogiado pelos que sempre elogiaram a baderna, a barbárie e o autoritarismo, ou seja, petistas e seguidores da esquerda.

No caso das escolas ocupadas, o que se tem é a imposição de pequenos grupelhos contra a vontade da maioria. E se a ocupação fosse apoiada pela maioria dos alunos? Oras, não deixaria de ser uma imposição. Não deixaria de ser autoritária.

Para quem não viu o discurso de Ana Julia, uma criança de 16 anos, pode pensar que perdeu uma grande aula, isso porque a grande imprensa tratou a fala da jovem, como se fossem palavras advindas de um coração puro e uma mente inocente.

Por falar em grande imprensa, falemos da revista Veja.

Não é nenhuma novidade que a revista vem dando uma guinada à esquerda. A cada semana, essa guinada fica mais evidente.

E a revista abordou tanto o discurso de Ana Julia, quanto as escolas ocupadas. Em matéria assinada por Bruna Narcizo (fiquemos de olho na moça), não deixou margem para dúvidas.

Logo no titulo, encontramos o posicionamento da revista: A lição de Ana Julia. Por aí, a revista deixa subtendido, e esse é o objetivo, um constrangedor paradoxo, de sermos ensinados por uma menina ainda na pré-adolescência.

Você é professor e é contrário às ocupações? Ana Julia deu-lhe uma lição!

Você é deputado, juiz, governador, senador? Ana Julia deu-lhe uma lição!

Você é pai, mãe? Ana Julia ensinou-lhe o que é ser cidadão!

Depois dessa sutil mensagem, vem a matéria propriamente dita. Na página 79 da edição 2502 ano 49, tem-se o seguinte:

Quando se fala em educação, há sempre um clamor por debate, participação, foco, prioridade nacional – e, quando a estudantada resolve enfim entrar em cena, dispara-se uma corrente de espanto. Deveria ser o contrário. É BOM PARA O PAÍS QUE EM VINTE DIAS, MILHARES DE SECUNDARISTAS TENHAM OCUPADO MAIS DE 1000 ESCOLAS EM 21 ESTADOS”.

Querem mais? Leiam outro trecho da matéria

O ponto alto da participação dos estudantes deu-se com BRILHO na semana passada, quando Ana Julia Ribeiro, de 16 anos, aluna de uma escola estadual de Curitiba, teve autorização para discursar na Assembleia Legislativa paranaense”.

(…)

A fala firme e às vezes abertamente fragilizada pela emoção de Ana Julia, espalhou-se pelas redes sociais”.

Voltamos

Essa é a cara da revista Veja!

Com toda sua estrutura e vocação ao jornalismo investigativo, a revista não se preocupou em averiguar quem é a verdadeira Ana Julia e provar que seu discurso nada teve de espontâneo, apartidário ou inocente.

Quem é Ana Julia? Está logo abaixo a chave do “segredo”.

Na quarta-feira (26), a adolescente Ana Júlia Pires Ribeiro, de 16 anos, fez um discurso a favor das invasões das escolas no Paraná. Foi em Curitiba que um estudante, também de 16 anos, foi assassinado depois consumo de drogas. A estudante, que se disse “apartidária”, é filha do militante petista fanático Júlio César Pires, ligado à senadora Gleisi Helena Hoffmann (PT-PR), que diariamente faz manifestações exaltadas a favor das invasões das escolas.

Finalizamos

Ainda acreditamos na isenção da repórter, Bruna Narcizo, e da revista Veja, e por termos essa crença, temos a plena convicção de que na próxima semana, nos deparemos com uma bela reportagem abordando o discurso de um professor (vejam o vídeo abaixo), que falou na mesma Assembleia por onde passou Ana Julia.

P.S. Acreditamos que a EDUCAÇÃO possa transformar nossos jovens e temos a esperança de que daqui a alguns anos, Ana Julia relembre das ocupações apenas como um ato político de quem pouco entendia de política e democracia. Essa é nossa esperança.

Nossa suspeita, é que daqui a alguns anos, Ana Julia seja mais uma estrelinha política do PT.

Por Jakson Miranda

Adquira o ebook Por que sou conservador e ajude o Voltemos à Direita.

Assine nossa NEWSLETTER e receba artigos em primeira mão. É fácil, rápido e seguro!

Um comentário em “Discurso de Ana Julia é elogiado pela revista Veja que também elogiou as ocupações de escolas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *