As Idéias de Richard Dawkins em nada contribuem para um mundo melhor

Semana passada o biólogo inglês Richard Dawkins esteve no Brasil como principal palestrante do evento Fronteiras do Pensamento. Para quem não sabe, Dawkins é a “estrela” maior do neo-ateísmo, tendo alguns de seus livros já publicados aqui no Brasil.

Não concordo com nenhum ponto do que escreve Dawkins. Seu estrelato antes de ser por suas idéias é na verdade, resultado de marketing; por isso, resolvi não comentar sua vinda ao país, as reportagens veiculadas sobre ele, nem muito menos sua entrevista concedida a revista Veja, na edição 2427 de 27 de maio, entrevista por sinal, muito fraca.

Por que então abordar o tema agora?

Como mencionei acima, a entrevista de Dawkins à Veja foi muito fraca, isso é normal quando constatamos que suas idéias são igualmente medíocres. Entretanto, me chamou atenção a recente edição de Veja (2428) trazer em seu espaço dedicado ao “leitor”, uma esmagadora maioria de comentários elogiosos as idéias do biólogo.

Não. Em oposição a Dawkins, não vou aqui provar que Deus existe. O filósofo e teólogo William Lane Graig já vez isso em um debate contra o próprio Dawkins, aliás, Richard Dawkins foi chamado de covarde pelos próprios ateus em se recusar a debater com Graig, quando aceitou, e creio que tenha aceitado somente por pressão dos seus pares, perdeu.

Mas, o aspecto que quero abordar aqui é outro. O que move o ateísmo, além da sua negação da existência de Deus? Embutido em debater se Deus existe ou não, os ateus apelam para uma liberdade do homem. Neste ponto, assentados no evolucionismo, defendem que o ser humano ao evoluir, vai se tornando capaz de tomar decisões éticas e morais cada vez mais acertadas, ou seja, se a ética e a moral são produtos meramente humanos, dentro de um determinado contexto, logo, não existe Deus, ou, não há porque apelarmos a Deus.

Nesse sentido, há entre os ateus esse ataque a “prisão” mental causada pela religião. O homem deve ser livre, argumentam, e nesse ponto somos lembrados de que a “religião é o ópio do povo”. Para esse grupo, a última palavra não cabe a Deus e a religião, mas, a ciência.

Nos comentários que li na revista Veja, Dawkins é apontado como o “professor racional, em oposição a um mundo ignorante e irracional.” “A religião”, conforme podemos inferir dos comentários “é retrógrada, pois impede ou impediu o avanço da ciência”; “Richard Dawkins”, por isso, “está a frente do seu tempo”.

Peguemos, portanto, esse ponto de um comentário; segundo a pessoa que o fez, Richard Dawkins está à frente do seu tempo, pois, no Brasil, assuntos como o aborto e a eutanásia, entre outros, são coisas do “demo”.

Entendo por esse comentário de que no momento oportuno em que o Brasil se encontrar satisfatoriamente evoluído, tanto o aborto quanto a eutanásia, serão aceitos, serão legalizados.  E por que não a eugenia?

Em uma sociedade dominada pelo racionalismo e cientificismo ateus, tendo esta, a última palavra como quer Dawkins e seus defensores, teremos um mundo melhor?

É evoluída a sociedade que entende que o aborto é o melhor caminho? O homem é demasiadamente bom quando permite a prática da eutanásia ou até mesmo a eugenia? Enxergo essas idéias como uma busca do homem pela liberdade… Liberdade para não ter que prestar contas a Deus. Liberdade, em última instância, para ter o poder sobre a vida e a morte.

Isso não é novo e todos os povos que já experimentaram essa condição, não conquistaram um mundo melhor, mas, alcançaram o terror e o horror da miséria, da desumanidade, da falta de amor, da crueldade e da banalidade da morte.

As Idéias de Richard Dawkins em nada contribuem para um mundo melhor.

 

Por Jakson Miranda

 

Leia Também:

Contra o Aborto

Quem é fascista?

Jean Wyllys foge de debate com Malafaia

Bolsonaro é condenado por Homofobia. Estamos sob a lei da mordaça

Por que sou conservador?

 

13 comentários em “As Idéias de Richard Dawkins em nada contribuem para um mundo melhor”

  1. Só é importante o que nós damos importância.
    Esse . vai passar pelo mundo e infelizmente adquiriu inteligência, mas Não SABEDORIA isso é dom de DEUS, como ele não crê, não tem.
    DEUS é DEUS e um dia O verão,crendo ou sendo Ateu, então o ATEÍSMO cairá, já esta marcado o dia e hora,
    Não devemos perder tempo com esse . ou com os que o veneram e ouvem suas teorias, ele, Freud, Darwin etc,passaram, passam e surgirão outros, mas a vontade de DEUS e sua palavra é imutável,

  2. Nem todo ateu é a favor do aborto, e nem todo religioso é contra. Quanto a algum dia o aborto e a eutanásia serem permitidos no Brasil, será uma simples mudança das normas sociais. No início do séc XX as mulheres não podiam ir a praia de biquíni, hoje vão praticamente nuas e em algumas praias totalmente nuas. Os ateus tem alguma coisa a ver com isso ou simplesmente a sociedade mudou?

    • André, boa tarde. Seu comentário nos dá um exemplo muito prático da fraqueza dos argumentos daqueles que defendem o aborto ou a eutanásia. Comparar esses dois tipos de barbárie contra a vida com o uso de biquíni na praia é achar que a vida tem o mesmo equivalente que um pedaço de pano. Se a sua vida, a dos seus parentes e filhos, na sua opinião, têm esse valor, lamento por eles.

  3. Se as idéias de Richard Dawkins não contribuíram para um mundo melhor, o que fez as crenças religiosas para isso ? Se fez algo, fez mais que ciência?

  4. Sou de direita liberal e achei o conteúdo desse site paupérrimo. Não digo isso pra ofender, mas por sinceridade.
    São textos tão rasos como um pires. Tenho certeza de que vc tem inteligência o bastante pra escrever algo melhor. No caso desse texto sobre o Dawkins, o homem é um gênio, quer vc seja religioso ou ateu. Pena que sua birra infantilizada e viés emocional não permitem ser honesto.

    Chega a ser irônico um ‘país’ considerado cristão ter tantos crimes e cidadãos corruptos.

    • Cara, se escrevemos textos “rasos como pires” e você não consegue contra argumentar com profundidade porque não entendeu o que escrevemos, imagina se aprofundarmos um pouco mais o assunto, seja ele qual for?

      Passe bem e leia um pouco mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *