A serviço de Temer, perito Ricardo Molina faz descoberta impressionante

O perito Ricardo Molina fez uma descoberta impressionante!!

O perito Ricardo Molina foi contratado pelos advogados do presidente Michel Temer para analisar o áudio da gravação entre o presidente e Joesley Batista. Repito, agora em letras garrafais: O PERITO RICARDO MOLINA FOI CONTRATADO PELOS ADVOGADOS DO PRESIDENTE MICHEL TEMER!!!

Oras, se contrato alguém, é claro que a pessoa contratada irá me entregar o serviço que espero que ela me entregue. Não é preciso um perito para entender isso, certo?!

Leiam a conclusão a que chegou  Ricardo Molina.

O perito Ricardo Molina, contratado pela defesa do presidente Michel Temer (PMDB), afirmou nesta segunda-feira (22), em entrevista coletiva em Brasília, que a gravação da conversa entre Temer e o empresário Joesley Batista não tem condições técnicas de ser utilizada num processo e contestou a interpretação de um dos principais pontos do diálogo.

Molina contestou a transcrição do trecho no qual Joesley teria usado a frase “todo mês”, quando supostamente se referia a pagamentos para comprar o silêncio do exdeputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

“Não é todo mês. É ‘tô no meio'”, disse o perito.

Segundo Molina, essa conclusão foi possível por meio da comparação com outros trechos da gravação nos quais Joesley usou termos foneticamente semelhantes.

O trecho a que o perito se refere é este:

[Joesley]: Isso, que o Geddel é que andava sempre ali, mas o Geddel também com esse negócio eu perdi o contato, porque ele virou investigado e eu também não posso encontrar ele.

[Presidente Temer]: É complicado. […]

[Joesley]: Isso. O negócio dos vazamentos. O telefone lá do Eduardo com o com Geddel, volta e meia citava alguma coisa meio tangenciando a nós e não sei o quê, e eu tô lá me defendendo. Como é que eu… o que eu mais ou menos dei conta de fazer até agora? Eu tô de bem com o Eduardo.

[Presidente Temer]: Tem que manter isso, viu? […]

[Joesley]: Todo mês, também, e tô segurando as pontas, tô indo. Nesses processos eu tô meio enrolado aqui, né, no processo assim…

[Presidente Temer]: Você está sendo investigado.

Os advogados de Temer contrataram o perito para analisar o áudio gravado por Joesley de um encontro com Temer no Palácio do Jaburu no dia 7 de março.

A gravação foi um dos principais elementos utilizados pela PGR (Procuradoria Geral da República) para pedir a abertura de um inquérito contra o presidente. A investigação foi autorizada por decisão do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin, que também homologou um acordo de delação premiada de Joesley.

Molina também afirmou que a maior parte da gravação é de trechos sobre os quais não é possível determinar o significado do que foi dito.

“Mais da metade, com toda certeza, é ininteligível”, disse.

O perito afirmou ainda que a gravação contém uma série de falhas, como trechos descontínuos e ruídos que impedem entender o que é dito.

“Em um processo normal essa gravação sequer seria aceita como prova, em função do excesso de vícios que ela tem”, disse Molina.

O perito afirmou ainda que no trecho de 17 segundos no qual o presidente responde Joesley com a frase “Tem que manter isso, viu” contém seis pontos com sinais de que pode ter havido edição do áudio.

Molina afirmou que ao analisar o perfil das ondas sonoras do áudio verificou uma série de anomalias que podem indicar que a gravação foi manipulada.

“A pergunta que o perito deve se fazer é: você pode garantir que essa gravação é autêntica? Um perito honesto diria: não. E diria não em qualquer situação jurídica normal”, respondeu.

Molina afirmou que a partir de perícia desse tipo não é possível ser conclusivo sobre se houve ou não edição no áudio, mas, perguntado por jornalistas, o perito afirmou acreditar ser mais provável que a gravação tenha sofrido algum tipo de edição.

O perito afirmou que o mais provavelmente é que tenha ocorrido a extração de trechos da conversa.

Encerramos

Viram a descoberta impressionante feita pelo perito Ricardo Molina? De fato, não está na reportagem acima, mas é fácil descobrir.

O perito descobriu que pode ganhar uma boa grana de alguém em pleno desespero.

Em seu pronunciamento no sábado, Temer citou uma pericia contratada pela Folha que apontava aproximadamente 50 edições no áudio. O perito contratado por Temer nada falou a respeito.

Por fim, ou o caso é de policia ou de palhaçada em estado puro. Por que digo isso? Destaco três importantes pontos da fala do perito:

O perito afirmou ainda que a gravação contém uma série de falhas, como trechos descontínuos e ruídos que impedem entender o que é dito.

Ok, ok. E o que ele poderia dizer sobre o que ouviu e entendeu?

O perito afirmou ainda que no trecho de 17 segundos no qual o presidente responde Joesley com a frase “Tem que manter isso, viu” contém seis pontos com sinais de que pode ter havido edição do áudio.

Como poderiam editar uma frase tão simples? Te – m – que – manter – isso – , – viu –

E Molina encerra sua conclusão de forma magistral

Molina afirmou que a partir de perícia desse tipo não é possível ser conclusivo sobre se houve ou não edição no áudio, mas, perguntado por jornalistas, o perito afirmou acreditar ser mais provável que a gravação tenha sofrido algum tipo de edição.

O perito Ricardo Molina fez uma descoberta impressionante!!

Por Jakson Miranda

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS! 

[aps-counter]

5 comentários em “A serviço de Temer, perito Ricardo Molina faz descoberta impressionante”

  1. Eu ainda não consegui entender o motivo de tantos conservadores do nada passarem a defender o vice de Dilma.

    Essa investigação conseguiu trazer à tona muitos podres do establishment e ferrou com Temer, Aécio e seu pena de aluguel Reinaldo Azevedo.

    Quanto mais enfraquecido o establishment, melhor para as investigações.

  2. Não defendo o Temer. Apenas acredito que ele nos é conveniente neste momento, pois, acredito, se ele sair agora, abre uma brecha para que a esquerda enfie algum jagunço seu no planalto. Só isso. Ele não deveria estar de conversa com ninguém ligado ao PT, como o Joesley. Isso já o implica. Mas se ele sair acredito que pode sim ser pior, pois ano que vem já ficamos livres dele.

    • Entendo seu ponto de vista, Candida. O real problema, tanto agora quanto para 2018, é que não possuímos uma direita forte e unida politicamente.

    • Infelizmente estamos num mato sem cachorro. Que Deus permita que em 2018 um candidato verdadeiramente de direita, quiça Bolsonaro, consiga moralizar a política brasileira, com o apoio de um parlamento menos comprometido com falcatruas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *